Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Regadinhas Básicas

Maria José Soares (Masé), a mineira que mora em Goiania e faz meus lindos PPS (e os de Marcial Salaverry, foi através dele que cheguei até ela),usa a expressão "dar uma regadinha", para expressar seus zelos para com as pessoas de sua estima.
Inspirou-me na necessidade dessa e acabo de escrever esse


REGADINHA BÁSICA


Clevane Pessoa de Araújo Lopes

No início, o terreno do amor pode ser ainda terra seca e gretada, ou de pedregulho e até lama.

Mas a pessoa interessada num jardim futuro, multi-colorido, para atrair os cantos as aves do céu, a dança das borboletas irisadas, a promessa de felicidade das pequenas joaninhas, a labuta das formigas incansáveis, as obreiras abelhas para a fertilização e a feitura do mel, tomarão de sememtes e as semearão.

Farão isso com dedos verdes de esperança e muitos nutrientes do coração.
depois do trabalho contínuo,não poderá ficar por ali todo o tempo, mas depois do sono reparador, do alimento necessário e do trabalho pelo pão, todos os dias, ali volta, para dar uma regadinha.

As sementes ficam túmidas de desejo.O broto avança,cheio de coragem e pujança.Aparecem as folhinhas verdes ao olhar amoroso.
A água do zelo umidece o solo e lhe mata a sede.As radículas absorvem a umidade,misturada aos sais minerais ,ao sal gema, e a seiva sobe e desce num milagre de caminhos...

A pessoa amorosa então, solicita, com um sorriso de canoa que quer navegar distâncias , que o sol a auxilie nessa tarefa plenificada de magia.Pois o amor é mágico,, .Se você não sabia ,saiba agora.O amor é transformador.O amor TRANS * FORMA * A * DOR. O amor é transportador.Leva a dor para longe.TRANS*PORTA*A*DOR.Abre a porta desse pequeno vergel e carrega nos ombros ou no colo, as dores da alma:as mágoas, os ressentimentos, as revoltas, a saudade...E joga esses pequenos fardos no rio da existência, que os carrega para o mar, onde serão diluídos, trasnformados.

O sol atende às súplicas da pessoa e além do calor, que aquece e aninha toda a amorosidade , derrama um mel espesso de luz de sua cuia dourada.

A regadinha básica é necessária: perdão, solicitude, delicadeza,amparo, colinho, ombro amigo, lealdade, afagos, beijos ,abraços, palavras engalanadas de laços e glitter, ternurinhas, sensualidade,sexualidade na medida de cada um...

E as plantinhas ali nascidas, apresentarão botõezinhos promissores, a despertar os melhores sentimentos possíveis, os doces, o desejo apaixonado.E a vontade de realização, que acontece quando as flores, gloriosas, abrem-se para o esplendor da realização a dois.

Se a pessoa esquecer de regar, as plantinhas não vingam, amarelam, ressecam-se ,as folhas e as pétalas caem ,as raízes não têm força para sugar o necessário alimento, a seiva não realiza seus ciclos vitais,e os caules se partem facilmente.

Se a pessoa ,regar em excesso e de forma desnecessária,as plantas apodrecem e também morrem.

Assim , não se deve esquecer de dar a regadinha básica e vital.Primeiro, investigue o terreno, para ver se ele é adeqüado às sementes nas mãos de sua alma.Cada tipo de floração, depende de mais ou menos sombra, sol,terreno.

Lembre-se que os lótus brotam da lama.Que os mangues co-existem com o lodo.Que a grama resiste a quem lhe passa por cima, Que os cactus não presisam de muita água, pois sabem armazenar as que recebem.Que há lírios d'água e lírios de chão.Que podem ser brancos ou coloridos,mas sempre serão perfumados.Que as violetas não suportam os ardores excessivos do sol.

Que há plantas capazes de viver bem sem estar no ar livre.Que muita floração ocorre após as queimadas aquecerem as entranhas da Terra.Que os beijos precisam de muita água.Que as roseiras precisam de estacas para se sustentarem e cobertura para que as geadas e o granizo não as danifique.Que há rosas singelas, rosas-mosquito,príncipe-negros, rosas que parecem repolhinhos de pétalas.
Que as trepadeiras crescem em muros e suportes.

Que há florações efêmeras, quais as das sakuras, as cerejeiras,que duram apenas um dia...Que há florescências temporãs, quais as dos pessegeuiros de julho.Que as flores das jaboticabeiras se abrem coladinhas ao tronco.Que os flamboyants flamantes se espalham na grande umbrela dos galhos.Que as flores das patas - de -vaca parecem orquídeas,mas não se pode exigir que sejam orquídeas...

Há plantinhas que se voltam para o chão,e é preciso pendurá-las.Outras se enroscam e sobem em direção ao alto.Umas são carnívoras,outras são servidas em saladas, para serem comidas.Há as efêmeras, há as duradouras...As simples e as raras...As frágeis e as fortes...As olorosas e as sem perfume...As que apenas perfumam as noites e as que perfumam mesmo quando cortadas...Há algumas que cumprem seu destino, seu ciclo e floração -e florescem, mesmo se arrancadas e jogadas num monturo...

E para conhecer que solo deverá escolher,o tipo de luz que a sua vegetação deverá receber,saber o teor exato de sua regadinha básica., você deve , sim , conhecer muito bem que espécies seu coração pede que que escolha (você precisa respeitar as suas escolhas), mas sobretudo você precisa ser uma passoa que conhece e que se ama, para que possa produzir de seu self e de seu espírito,as necessárias sementes, a sabedoria de semeadora.Seja a pessoa-jardineira que nasceu para ser e então, saberá as melhores maneiras de regar o seu amor, para que ele floresça e permaneça, motivo de alegrias e não de lágrimas...

Belo Horizonte, 27/11/2006

Para você, Masé, uma jardineira que sabe regar...
Cle

Serviço:


Mari Jose Soares(Mase)

Clevane:asasdeagua@yahoo.com.br
clevane pessoa de araújo lopes
Enviado por clevane pessoa de araújo lopes em 27/11/2006
Código do texto: T302461

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (autor e o link para o site "www.sitedoautor.net(Clevane pessoa de araújo lopes;(www.clevanepessoa.net/blog.php)). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
clevane pessoa de araújo lopes
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil, 69 anos
555 textos (176701 leituras)
21 e-livros (13423 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 12:14)
clevane pessoa de araújo lopes