Capa
Cadastro
Textos
┴udios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ašim naum dah

Leu-se em uma redação de vestibular da UFMG, no ano passado:

"(...) de onde conclui-se, não obstante, que a verossimilhança da literatura vem a adicioar... ops, errei. Como faço pra voltar? Cadê o ctrl z? CARALHOW, BROTHER!! KD O CTRL ZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZ? (...)"

Esta redação não passou despercebida por F., psicóloga e corretora da prova, que a encaminhou para um departamento especial da universidade, que diagnosticou a doença como a famosa Síndrome da Erudição Falida pela Obstrução dos Dados Escolares Através da Internet (S.E.F.O.D.E.A.Í.). Doença grave e recente, ela ataca pessoas de todas as faixas etárias, notadamente a baixa adolescência (12-16 anos), e tem tirado o sono de pais, professores, escritores e gramáticos, que vêem nesta enfermidade o fim da língua portuguesa tal qual a concebemos, ou seja, com beleza, graça e propriedade.
A verdade é que os adolescentes de hoje escrevem VERGONHOSAMENTE. Eu não consigo mais ler os comentários nos blogs, flogs, flags, blags e etc. que visito. Não consigo entender nada. N A D A!
As pessoas não sabem fazer com que uma frase tenha sentido. Não sabem o que é sujeito e predicado. Não sabem concordar um verbo. Não sabem nada!
Vamos ver um caso inicial da S.E.F.O.D.E.A.Í.:

"Fala, cara! Blz? Tô mandando o projeto final. Não esquece de elevar ao cubo aquela parada da cotangente, e de usar a integral dupla no final, flw? Beijunda."
Ricardo Faria da Costa, Engenheiro Civil.

(Comentários de F., psicóloga)

"Nota-se que a frase é dotada de perfeita coerência verbo-pessoal; no entanto, dadas as gírias empregadas, e do projeto em questão estar sendo encaminhado ao Presidente da PETROBRAS, creio que a linguagem poderia ser um pouco mais formal."

Agora, um caso mais avançado:

"Oi migoooow, tô escrevendo p/ te pedir p/ vc agitar akela declaração p/ mim. Sabe como eh, tenho q apresentar a petição amanhã, + 100 a declaração, não vai rolar. Agita isso p/ mim?

Nesses termos, pede deferimento (eh p/ ontem ein!!!)"
Solange Rubias Maioro, advogada.

"Se você achou isso chocante, então veja a resposta do desembargador ao qual foi encaminhada a petição:"

"oI mIGaaAAa tD BEm, KeRU t di Z q A dEClarASSauM jA FOi p/ ai + o OFicI bOy D ve ta nO TRAnzITo ELe tAvA Cum K ra De CançaDO + Decha roLA Ne mIGA!!! qDO ELe XEga p D P/ eLE enTRa eM COntatO cOm A rEPartissAUM bLZ migA aDORei SUa PETissaUM bjOS MorE!!!
A gENtE c V nA AUdiensiA amANHa v c vaI COm aqUELa sAIA curTA UHauhAUHauhaUHAuhaUHAuhaUHAhuaHUAuhaUHAH uaHUAuh"

(Suspiros) "César Augusto Pinho Neto, 53 anos, marido exemplar, pai de quatro filhos, formado com medalha de ouro, foi afastado do cargo, e hoje repousa em uma clínica de recuperação da S.E.F.O.D.E.A.Í, em São José das Neves Cálidas, RO, a única da América Latina, sendo tratado com doses fortes de literatura clássica e textos em português erudito. O paciente tem demonstrado melhoras, embora insista em ser chamado de "cesinhaa53" e sempre se despeça em suas cartas pessoais com um 'bju no corassaum'."
Thiago Salinas
Enviado por Thiago Salinas em 02/07/2005
Cˇdigo do texto: T30426
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Thiago Salinas
Niterˇi - Rio de Janeiro - Brasil, 35 anos
40 textos (15563 leituras)
(estatÝsticas atualizadas diariamente - ˙ltima atualizašŃo em 02/12/16 20:21)
Thiago Salinas