Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Só um desabafo

Esse texto é um desabafo do que eu estou sentindo neste momento. Eu não sou um escritor e estou fazendo isso puramente com a finalidade de colocar pra fora tudo que eu estou sentindo de alguma forma.

É uma falta. É um sentimento de vazio, eu posso sentir meu coração batendo sem vontade. Eu estou chorando e muito. Não chorei assim desde que a minha outra ex tinha terminado comigo. Agora estou chorando por causa dessa outra. Ou pela falta dessa outra.

Eu sempre me achei diferente. Não nasci para esse mundo. Quando eu saia, as outras crianças me chamavam de filhinho de papai, e eu me sentia como tal. Eu me sentia meio rejeitado, mas se for pensar bem, eu nunca tive os mesmos interesses dessas crianças. Elas queriam um tipo de coisa, eu queria outro. E não mudou muito de lá pra cá. Eu sempre fui o cara quieto. Não sei direito como reagir as pressões sociais. Eu não respondo direito.

E é então que eu conheço essa pessoa, que me fez o cara mais feliz do mundo, que com o jeito especial que só ela tem, conseguia me fazer ficar em paz comigo mesmo. E agora, ela se foi! Ela se foi! E eu não consigo simplesmente ignorar. Eu a amava, eu sinto tanto a falta dela, eu estou triste por dentro, essas lagrimas não podem estar saindo sem uma razão.

Agora eu saio de casa, sem vontade, para fazer coisas que eu não gosto, e ver pessoas: e novamente me sinto esquisito pra esse mundo. Me sinto fora dele. Não sei viver nesse mundo. Eu queria ter meu proprio mundo, com minhas coisas, mas nesse mundo, essa garota vivia nele, e agora, não há ninguem! E sem ela, meu mundo não faz o menor sentido e eu preciso voltar pra esse mundo esquisito, onde mal consigo responder um "e ai, Igor, beleza" de um velho que nunca vi. Eu respondo "e ai" com uma cara fechada, sem vontade de responder! E daí! O que importa se eu to beleza?  eu não to beleza, eu não gosto de voce e não tenho motivo para isso! E as meninas que ficam sentadas em frente a minha rua. Eu nunca falei oi pra elas, sempre virei a cara, e porque? Porque eu não me sinto a vontade na rua! Não me sinto a vontade com pessoas! E eu odeio isso em mim!!!! Eu queria falar oi, eu queria conversar com elas, mas existe algo que me impede dentro de mim. Algum tipo de sociofobia. E eu me odeio por isso.

Falta amor. Falta amigos. Falta. Falta. Falta. Falta. E eu tenho que ser positivo pra essas coisas virem?? Como eu posso ser positivo? Eu não vivo a vida dos meus sonhos, talvez nem mesmo uma vida eu vivo de fato. Sabe quantas meninas falaram não pra mim só nesses ultimos dias? Pelo menos umas tres!! Eu queria muito sair com elas. Mas não!! Uff, pqq isso acontece comigo? Eu se quer tenho alguem pra abraçar... Todos se foram. O willian, virou homem e ta vivendo a vida longe. Giovani ta beem longe no paraná. O Gui acho que ta longe de mim por pensamento. A minha ex, é minha ex. A Vanessa não fala mais comigo. O Renan, puts, o renan, gente boa, longe. E cá estou: SozinhO!

Falta!!! E isso me faz muito triste. Isso me faz um cara infeliz. Eu ateh tenho ideias pra recomeçar a vida, fazendo algum curso maluco sei la. Acho que foi bom desabafar. Colocar tudo pra fora em forma de palavras, eh um bom jeito de falar. Não to pronto pra mudar por enquanto. Ainda estou triste pra mudar.
Anonimo
Enviado por Igor Mirandola em 10/08/2011
Código do texto: T3152669

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, fazer uso comercial da obra, desde que seja dado crédito ao autor original (Texto escrito por ). Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Igor Mirandola
Lins - São Paulo - Brasil, 24 anos
6 textos (183 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 19:31)
Igor Mirandola