Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ser ou não ser de alguem?

Crescemos acreditando que vamos encontrar nossa alma gêmea, ‘’ pra todo pezinho tem um sapatinho’’ dizia minha avó. E pra que?
Acreditamos por um longo tempo em nossa vida que só vamos ser feliz quando encontrarmos nossa ‘’cara-metade’’, que eu sou uma ‘’metade da laranja’’, a ‘’panela sem tampa’’, a ‘’rosa sem cheiro’’ o ‘’céu sem estrelas’’... Diz Arnaldo Jabor, ‘’não acredito em pessoas que se completam, acredito em pessoas que se somam’’...
Em toda minha trajetória, ninguém comentou que eu já nasci só e que ao amanhecer a primeira impressão e minha, o primeiro pensamento é meu e que meus ideais vão ser criados por mim e que ninguém merece levar nas costas a responsabilidade de completar o que falta em mim. Eu sou nada mais, nada menos do reflexo dos meus próprios pensamentos, a soma de minhas próprias decisões, cabe a eu fazer as escolhas certas. Eu cresci pensando que o amor, aquele de verdade só vem uma vez geralmente antes dos 27 anos e que se eu o perdesse, nunca mais amarei de verdade, e meu ‘’futuro casamento’’ não terá sucesso, em se tratando de amor. Eu aprendi sozinha que somos capazes de amar mais de uma vez e, que nós não planejamos isso, nem esperamos. E que só o amor não sustenta uma relação, é preciso que haja antes de tudo respeito agressões zero. Para um sucesso de um relacionamento exige muito mais do que declarações românticas de amor, e às vezes nem necessita de um amor tão intenso. Somos capazes de amar inúmeras vezes, na verdade, somos o amor em pessoa.
Antes de amadurecer acreditamos em uma receita... Dois seres pensando igual, agindo igual, pra chegar perto dessa tal felicidade. Eu descobri sozinha que temos que ser diferentes e pensar diferente ou caso contrário estaríamos nos anulando, jogando fora seus pensamentos que poderão mudar sua vida e te levar a um lugar diferente, conseqüentemente um lugar melhor, além do que, expor esses pensamentos para o sucesso de uma relação...  OPTAR.
Recebemos diversas conversas e pontos de vistas que ouvimos e acreditamos quando criança, jovem ou até mesmo adultos dependendo do nível de desenvolvimento de cada um, mas se você procurar no rótulo irá perceber que não tem garantias. Evite-as, procure se envolver com algo mais sólido, essas formulas dão errado, frustram as pessoas, muitas vezes alienantes, nós podemos tentar por outros lados, nós temos alternativas. Se preocupe com você, faça como na poesia bem feita, desconfie do destino e acredite em você, nós somos apaixonantes, e lindos, ninguém merece nossas lagrimas e se merecer, não nos fará chorar, acredite. Goste de você, ame você antes de qualquer coisa. Se conheça, descubra quem é você e seja de propósito. Transforme-se em uma pessoa melhor e assegure-se de saber quem és antes de
conhecer alguém e esperar que essa pessoa saiba quem é você.
Depois disso, de saber que as fórmulas vão ser criadas individualmente, depois que você se apaixonar por você, que ja for muito feliz, poderá se apaixonar por outro alguem. Somente depois disso, entenderá o verdadeiro valor de andar de mãos dadas, do carinho escondido na hora que passa o filme, da flor catada no muro e entregue de repente.
E se não der certo de primeira… Não fique triste, se você queria e a pessoa é cheia de diferenças e defende outras crenças diferentes das suas, há… Quem sabe Deus queira que conheças muita gente equivocada antes que conheças a pessoa adequada, para que quando finalmente a conheças, saibas estar agradecido. Não gaste seu tempo com alguém que não está disposto a passar o tempo contigo, mesmo que seja ótimo pra você, mesmo que seja ‘’seu bem querer’’.
Não te esforçes tanto também, as melhores coisas acontecem quando menos esperamos e seu momento vai chegar, sempre chega.
Um amor maduro está guardado pra você, que te trate bem.
Que não pede, tem.
Não reivindica, consegue.
Não percebe, recebe.
Não exige, oferece.
Não pergunta, adivinha.
Existe pra ser e fazer você realmente feliz.
A resposta para o titulo é, na primeira pessoa do singular, vou ser sim de alguém, mas primeiro vou ser minha.
Dádiva Rosa
Enviado por Dádiva Rosa em 11/08/2011
Reeditado em 14/05/2014
Código do texto: T3153104
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Dádiva Rosa
Ourilândia do Norte - Pará - Brasil
14 textos (1845 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/10/17 00:11)
Dádiva Rosa