Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

RITUAL

- Vento! Vento! Libera nossas almas e purifica nosso fogo! Os restos que ficam da fogueira são os nossos presentes à terra!
- Ritual poderoso esse teu, hein...? Funciona?
- Oh, mortal incrédulo! Não sentes a vibração do planeta nas tuas veias, indiferente ao teu ceticismo?
- Mais ou menos... É prá sentir agora?
- Criatura incrédula! Magnífico céu, com tuas nuvens e cores reluzentes! Rogo que faças penetrar na cabeça desse asno todos os segredos do teu poder!
- Putz! Agora me arrepiei. Tem versão curta? Tipo curta-metragem?
- Oh, insano! Zombas do mistério eterno e do conhecimento universal?!??
- Não tô zombando de nada... Tô curtindo.
- Milênios de cultura em apenas um momento. Conjunturas, encontros, misturas! Oh terra! Mostra ao pusilânime aqui, todo o esplendor da vida!
- Vai devagar, que eu tô meio enjoado...
- Estás sentindo o poder, afinal...!!!
- Não... É o Big Mac mesmo... Tá me dando um aperto atravessado...
- Oh, gases malditos! Afastem-se dessa área! Voltem para o inferno!
- Peraí, que eu não fiz nada... Ainda...
- Mulheres, crianças, protejam-se! Porque nós, homens, vamos correr pela colina...
- Como assim? Vamos dar no pé?
- Oh, cabeça de bagre! Essa tua dor e esse teu aperto são o resultado da tua pouca fé!
- Mas fé em quê...? Do que é que você tá falando?
- És cego diante da luz poderosa que transforma a dor em harmonia, perpetuando a verdade!
- Quer Coca?
- O sol, os planetas! Está tudo escrito! Alinhados, comandam nossa vida!
- Buurrp! Ops! Desculpe aí... Aaah, tô me sentindo melhor.
- Animais que urram na noite! Mostrem suas faces ao luar! Permitam que esse bicho homem evolua!
- Nossa! Você encarnou mesmo, hein?
- Jovens almas do silêncio, sigam as trilhas escuras da floresta e gritem o nosso nome ao alvorecer!
- Essa foi boa. Coca...?
- Bebidas fétidas! Sangue dos pobres homens que fugiram!
- Prá colina, certo?
- Carruagens rodopiando, puxadas por cavalos alados. Sagrado é o teu poder!
- Quer Coca ou não quer?
- Estão todos reunidos no sacrifício das dúvidas.
- Você sabe onde a gente deixou o carro?
- A natureza guarda o teu destino na caverna dos esquecidos!
- Putz...! Que frio aqui fora!
- O sentinela aguarda o momento de revelar as palavras do mestre aos que se dizem seus seguidores!
- E aí... Gostou do filme?
- Mais ou menos... Meio fantasioso. E aquele sacerdote? O que era aquela figura? Sei não... Meio esquisito... Me dá a Coca.
Rafael Zanette
Enviado por Rafael Zanette em 06/07/2005
Reeditado em 06/07/2005
Código do texto: T31596

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Rafael Zanette
Florianópolis - Santa Catarina - Brasil
52 textos (3630 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 04:59)
Rafael Zanette