Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Da próxima vez, boa sorte!

Todo mundo, algum dia, em algum lugar e principalmente no seu pior momento já recebeu uma ligação de um operador de telemarketing para vender algum produto, pedir alguma ajuda financeira para uma instituição e para cobrar alguma dívida. Pior do que receber uma ligação de telemarketing é tentar falar com um 0800 para resolver seu problema e seus problemas só aumentam. Você teve que passar o dia inteiro pendurado no telefone para ouvir uma musiquinha irritante e quando alguém te atende você narra toda a sua história e simplesmente você ouve: “Sr. estou transferindo a sua ligação para o setor responsável”. Você fica horas no telefone acompanhado por aquela musiquinha e depois de muito te transferirem para o setor responsável, a ligação cai. Hoje o serviço de telemarketing está aumentando muito. Não só as pessoas já não agüentam mais estes serviços como os operadores já estão irritados de tanta coisa que ouvem.  Por isso, já inventam artimanhas para irritar os clientes ou mesmo para se aproveitarem da situação para criar constrangimentos. Imagine que você liga para uma empresa para fazer uma reclamação e ouve: “No momento todas as nossas posições estão ocupadas, favor escolher a posição de sua preferência e logo o atenderemos: para posição 69 tecle 6, frango assado tecle 9, papai e mamãe tecle 0 e outras tecle 1”. Você conta até dez e resolve ligar para outra Empresa para fazer reclamação da anterior e aí você ouve: “No momento não podemos atende-lo. Para deixar recado você liga no 0800 sê tenta, sê tenta, se não conseguir sê tenta de novo”. Ainda irritado, tenta ligar para mais um outro 0800, o disk reclamações, e quando atende, uma voz de homem, bem fina, lhe diz: “Boa noite!! Se você ligou pra meter o pau em mim, fique a vontade porque nós já estamos acostumados a receber pau dos clientes. Finalmente, você desliga o telefone e desiste. Da próxima vez, boa Sorte!
Flávia Barbosa
Enviado por Flávia Barbosa em 14/07/2005
Código do texto: T34126
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Flávia Barbosa
Aracaju - Sergipe - Brasil, 38 anos
28 textos (2544 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 10:32)
Flávia Barbosa