Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Crônica #127: NOVO SÍTIO ONDE ABRIGAMOS NOSSO LAR

Crônica #127: NOVO SÍTIO ONDE ABRIGAMOS NOSSO LAR

Nossa nova morada já está tomando jeito de casa, mas há ainda muito para ser ajeitado.

Boas notícia! Estamos bem!

Não precisamos comprar nem o aparelho de ar condicionado nem o umedecedor de ar. O Papai Celestial providenciou tudo.

O ar em Brasilia está bem ameno e a umidade relativa sempre acima dos 60% nesta época do ano. Uma bênção!
O ar condicionado é ligado por cima da cidade, sem acepção de pessoa. 

Lembro-me que no Ceará, a preocupação é encontrar casa virada pro nascente. Não fiz essa escolha, apesar de a minha ser de frente pro nascente, a preocupação natural das pessoas é que os dormitórios sejam voltados para o poente, para que os raios solares da tarde sejam armazenados nas paredes das casas para que o frio seja mais suportável.

Provavelmente a gente de cá faça isto intuitivamente, mas eu tenho praticado isto no sítio geográfico onde ora abrigamos nosso lar.

As notícias menos boas:

Não sei até por quanto tempo, mas a área onde passei a morar não tem disponível Internet para minha rua. Os armários de controle e distribuição estão super utilizados. Ficamos na lista de espera. A única Internet disponível que teremos será a deste iPhone.

Peço perdão aos amados colegas se não puder replicar cada comentário. É que há momentos sem sinais da operadora e quando tem, é fraco e falha constantemente. 

Deus abençoe a todos!

Pr. Bosco Esmeraldo
    (OD L'Aremse)
www.recantodasletras.com.br/autores/boscoesmeraldo/
boscoesmeraldo.blogspot.com/

Enviado via iPhone
****************
Pensei escrever em mensagem, mas tinha um que de carta e mais ainda de crônica. Então resolvi ficar com esta última opção.
Alelos Esmeraldinus
Enviado por Alelos Esmeraldinus em 16/11/2012
Reeditado em 17/11/2012
Código do texto: T3989497
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2012. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Alelos Esmeraldinus
Gama - Distrito Federal - Brasil, 66 anos
3568 textos (142385 leituras)
170 áudios (9848 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/11/17 17:42)
Alelos Esmeraldinus