Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

NÃO FALA MAIS NADA...

- Oi Michele. Que carinha é essa? De onde vem essa tristeza?

- São os homens! Essa sua raça! O que há de errado com eles? O que há de errado comigo?

- Calma, calma... O que é que está acontecendo?

- Sei lá... Sexta-feira... O final de semana aos meus pés e eu sem muita perspectiva de encontrar alguém especial e ainda com uma grande chance de acabar comendo pipoca sozinha na frente da TV, no domingo a noite.

- Aconteceu alguma coisa? Fala aqui pro seu amigo, fala...

- Nada... Nada de especial... Mas, qual é o meu problema? Por que vocês, homens, fogem de mim? Porque eu sou inteligente, independente, bonita? É isso? Vocês querem mulheres submissas e burras, não é mesmo? É isso, não é? Se é assim...

- Só um minuto... Se os homens fogem de você, coisa que eu não acredito, é porque o problema está com eles e não com você. E não digo isso só prá agradar. Digo isso pelo simples fato de que eu mesmo, se não estivesse enrolado com alguns sentimentos mal resolvidos, já teria feito algo prá transformar essa nossa amizade em alguma coisa que te mostrasse o quanto você é especial e que me mostrasse também o quanto eu estou certo ao teu respeito.

- Pedro... Não fala assim que eu fico até encabulada... Você deve me achar meio louca.

- Michele, eu não acredito que você seja ingênua a ponto de achar que eu nunca fantasiei nada com você. Mas, por favor... Não fica ofendida. Eu estou só tentando colocar uma base nos meus argumentos, apesar de estar dizendo algumas verdades...

- Pedro, você está tentando me dizer alguma coisa? Fala logo...

- Você é uma mulher linda, com uma atitude sensacional diante da vida. E sim, existe homem imbecil que fica intimidado diante de tanta qualidade. E se existe alguém que tem a sorte de ser desejado por uma mulher como você e, mesmo assim, sai correndo, desculpe Michele, mas esse alguém não está no mesmo nível que o seu.

- Pedro...

- E tem mais... Nunca pensei que você fosse louca. Você é especial e eu ainda vou ter a chance de te mostrar o quanto você é importante e o quanto eu sou grato por um dia ter te conhecido.

- Pedro...

- O que é...?

- Cala essa boca e me abraça...
Rafael Zanette
Enviado por Rafael Zanette em 14/08/2005
Reeditado em 14/08/2005
Código do texto: T42573

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Rafael Zanette
Florianópolis - Santa Catarina - Brasil
52 textos (3630 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 11:55)
Rafael Zanette