Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

What a wonderful world

 
Houve um tempo  em que não precisávamos de muitas palavras para  viver em   sintonia. A vida fluía de forma simples mas nem por isso com menos emoção.
 
Houve um tempo que  sequer  percebíamos a escassez das coisas.Tudo parecia perfeito, em plenitude.
 
Recostada  a um sofá estilo art-déco, ouço  Louis Armstrong  -  What a wonderful world... - Sua voz  eriça meus pelos  e, como uma gata, me enrosco, revendo mentalmente cenas de um passado longínquo e ingênuo,  quando simples trocas de olhares eram celebradas com tons  que só  almas puras possuem.
 
Narcisa, com seu carrinho de  mão,  de casa em casa, recolhendo tralhas. Era a  xepeira. Gostava do ofício.  Com voz   rouca, gritava: - Quem tem?  E a alegria explodia  a cada quinquilharia obtida . Onde arrumava espaço para tanta  desnecessidade? Por onde andará Narcisa ?
 
Sirenes, correrias, pivetes atacando nas esquinas, mendigos sob as marquises, sequestros-relâmpagos, chacinas. Negação da cidadania.
 
Procuro meus licores... Na bombonière  encontro um bombom  Sonho de valsa, o mesmo daqueles tempos cheios de louvores quase sacrossantos. Ao longe,  por coincidência, ou sinal de Deus, ouço o badalar dos sinos. Mastigo  o bombom, que se dissolve pouco a pouco  na língua, e sinto um prazer indescritível.
 
 E os  sinos  tocam. Vibrantes. Por mim!
 
belvedere
Enviado por belvedere em 11/09/2005
Reeditado em 10/05/2016
Código do texto: T49645
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Texto de Belvedere Bruno). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
belvedere
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil
220 textos (73243 leituras)
5 e-livros (1070 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 10:43)
belvedere

Site do Escritor