Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto



YASMIN



Belvedere


Olhos cor de mel, como os meus; cabelos anelados; sorriso generoso e safado.

Pequenina já se comunicava como gente grande e eu, admirada, dissertava sobre a sua inteligência. Certamente corujice, coisas de mãe de primeira viagem.

No colégio sempre se sobressaía por suas roupas e idéias arrojadas. Sempre foi assim, e assim continua. Sua adolescência não foi marcada por nenhuma das mazelas associadas a essa fase. Nada de acne, de rebeldia, tudo fluía normalmente.

Hoje me admiro ao ouvir o termo "aborrescente", pois o que curti nessa fase dela foi delicioso. Aquela turminha alegre, os preparativos para as festinhas, os namoricos. Até a ciumada entre eles era uma coisa gostosa de se curtir.

Quantas saudades daquela agitação, daquele burburinho. Ainda ouço aquelas risadas gostosas! Ainda permanecem intactos em minhas lembranças todos aqueles momentos mágicos que desfrutei. Beirava o lírico!

Minha filha sempre foi um raio de sol em minha vida. Indicou caminhos, fez-me descobrir sorrisos inimagináveis, alegrias com sabores mágicos...

Seu nome: Yasmin.

Teria sido assim, se realmente tivesse existido a minha YASMIN!






belvedere
Enviado por belvedere em 30/09/2005
Código do texto: T55196

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Texto de Belvedere Bruno). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
belvedere
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil
220 textos (73229 leituras)
5 e-livros (1070 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 18:37)
belvedere

Site do Escritor