Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

RACHAS E BRECHAS ( No final, vaza "deseducação")

           Não conheço as razões da separação dos profissionais da educação para lecionar: um redação (Tópicos de redação), e o outro gramática (Cadê a Literatura?). Mas, conheço perfeitamente os males dessa divisão. Este ano, estou lecionando gramática, e o colega da redação limitou o meu uso do livro didático adotado pela secretaria de educação, alegando que tais e tais partes eram dele. Testei em sala, e os alunos reclamaram quando propus ler um texto do livro. Qual seria o mal se um mesmo texto fosse abordado de diversos ângulos, por profissionais de outras disciplinas até!? Quem me ensinou que o ensino da gramática devia ser contextualizado? Quem o ensinou jogar os alunos contra seu próprio aprendizado como se fossem armas para vencer o adversário? Que a escola pague seus próprios pecados na pessoa de seus elementos. E a situação se agravou tanto que só nos resta uma conclusão: É mais fácil tolerar alunos carentes de atenção do que professor carente de poder!
           No final, o que acontecerá se os alunos ficarem com nota baixa em gramática e as notas boas em redação (vice-versa)? Apenas mais uma tremenda contradição! Será se os políticos da educação não se importam com o que os outros veem em seus feitos? Ou suas intenções não são mesmo oferecer o crescimento intelectual? Ou será ainda se eles acham que todos nós somos otários!!! Idiota para mim é todo aquele que faz idiotice!
           Tive conhecimento do diário eletrônico do tal colega, e ele lança os mesmos conteúdos da matriz curricular única como matéria dada, assim também faço eu. A secretaria não nos dá outra opção, o currículo mínimo é mínimo mesmo. Quem fragmentou o ensino a Língua Portuguesa, não se atentou para ajustar e ampliar o tal currículo.
           Agora estou me virando como posso, um texto aqui outro acolá e recortes de jornais e revistas abundantes. E temo a denuncia do oponente pelo meu muito usar o material do jornal "daqui", pois é barato e acessível. E outra, além da concorrências dos professores pelo livro didático, não sei como se trabalhar a Língua Portuguesa em sala de aula sem que todos os alunos tenham o livro.
Kllawdessy Ferreira
Enviado por Kllawdessy Ferreira em 08/03/2016
Reeditado em 12/03/2017
Código do texto: T5567272
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (autoria de Claudeci Ferreira de Andrade,http://claudeko-claudeko.blogspot.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Kllawdessy Ferreira
Goiânia - Goiás - Brasil, 58 anos
682 textos (85665 leituras)
2 áudios (305 audições)
1 e-livros (81 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/08/17 12:59)
Kllawdessy Ferreira