Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Lula a caminho da produção cientifica – a Monografia

Lula a caminho da produção cientifica: o TCC, a monografia, a dissertação e a tese. A evolução do conhecimento cientifico, depois do TCC a monografia, a possiblidade de uma especialização.
Gramsci passou a maior parte de sua vida em algumas prisões italianas. Viveu preso em ilhas, com um isolamento carcerário e geográfico. Tinha acesso a bibliotecas nas prisões em que ficou, com livros e títulos limitados. Tinha um conhecimento acessível ao alcance de suas mãos. E foi buscar um conhecimento do lado de fora, com assinaturas de jornais e revistas. Buscou um conhecimento externo. E assim interpretou e descreveu o que lia sobre o lado de fora, com anotações usando cadernos escolares. Há um conhecimento a nossa volta e outro distante, que pode ser alcançado. Vide descobrimentos marítimos e viagens espaciais. E o conhecimento da atmosfera. Com o uso da nave e da tripulação, marítima, aérea ou espacial; aeronaves e espaçonaves elevaram o conhecimento a partir do chão, elevando o homem aos ares e o conhecimento. E a escola funciona com uma tripulação: corpo docente, corpo discente e funcionários; a tripulação que produz um conhecimento, com trocas de ideias e serviços, o conhecimento é reciproco. As viagens produzem conhecimentos, e assim fez Darwin, reuniu conhecimentos em suas viagens criando teorias.
Há algum conhecimento em universidades e faculdades, inculcado nas cabeças dos professores, e em suas bibliotecas, algumas incluem uma hemeroteca, outros são necessários obter do lado de fora. Com outras bibliotecas e uma infinidade de bancas de revistas e livrarias, com títulos e especializações diversas. E é o aluno quem mostra o quanto um professor sabe, e sua capacidade de transmitir um conteúdo ou apontar uma direção.
Assim como Gramsci, Lula pode fazer sua especialização. Escolher uma teoria, sobre trabalhadores, sindicatos ou política. Tal como fez Gramsci. Lula já teve uma vida no cárcere da presidência. Com seus movimentos e pensamentos coibidos. A obrigatoriedade de usar terno e gravata, e a não possibilidade de beber cachaça em lugares públicos, mas quebrou regras, e precisou ter posturas condizentes com um presidente. O uso de um uniforme digno, e bebidas pré-estabelecidas. Não estava mais no refeitório ou no sindicato dos metalúrgicos.
E a mágica foi de encontro ao magico. Lula abriu os caminhos da escola para aqueles que não tinham acesso à universidade. E uma soma de títulos caiu em suas mãos. Tornou-se um amigo de academia junto com FHC, e sem frequentar uma faculdade, mas usou capelo e beca, recebeu títulos avaliados e cedidos por bancas. Tem agora o canudo nas mãos para
não fazer a mágica virar feitiço. Assumiu um compromisso ético com os que ingressaram na faculdade. Precisa estar à altura de um doutor, assim como os ingressantes estarão depois de formados. Fazer pesquisas e produzir conhecimento. Mostrar que um presidente de estado pode vir do povo, ainda que tenha pouca instrução ou formação. A microcefalia é apenas algo aparente, precisa mostrar e dizer o que tem em sua mente. Não é pela forma que se avalia o conteúdo. Isto são apenas estratégias criadas, de apontar má formação, com objetivos de vender solução.
Lula precisa se recolher a um local para tocar suas pesquisas. Precisa desenrolar seus canudos para serem emoldurados. Não é necessário mais ir à escola, hoje existem as faculdades com EaD, tal como os antigos cursos por correspondência com propagandas em gibis.
RN, 14/03/16
por Roberto Cardoso (Maracajá) Branded Content (produtor de conteúdo) Reiki Master & Karuna Reiki Master Jornalista Científico FAPERN/UFRN/CNPq
Roberto Cardoso (Maracajá)
Enviado por Roberto Cardoso (Maracajá) em 28/03/2016
Código do texto: T5587180
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Roberto Cardoso (Maracajá)
Parnamirim - Rio Grande do Norte - Brasil
367 textos (2416 leituras)
6 e-livros (57 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/10/17 18:36)
Roberto Cardoso (Maracajá)