Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Maldita seja

Maldita enganadora. Se esconde e quando ele está ao meu lado ela o expulsa. Com seu olhar zombador e seu sorriso sarcástico ela se coloca junto a mim e começa a trabalhar. Não vê que nao é bem-vinda? Nao enxerga que sua presença incomoda e prejudica? Vou ignorá-la. Ela não pode ser mais forte que ele, será? Mas que demora, ele nao faz nada? Fracote! Quem sabe um banho o ajude? Um leitinho e uma musica tranquila.. Agora sim, ele vem vindo e ela vai perdendo espaço. Será que eles já foram amigos, quem sabe amantes? É possivel, mas dificilmente os dois viveriam em harmonia. Agora ela parece já ter ido e ele toma as rédeas. Sempre ao fim ele vence. Coitadinha.. As vezes eu fico imaginando, o que será que eles fazem depois de tudo isso? Acho que eles devem se encontrar, ela vai dormir e ele fica com insônia.. Coitadinha nada, maldita seja!

Umbróglio Pereira
Enviado por Umbróglio Pereira em 25/08/2007
Reeditado em 25/08/2007
Código do texto: T622626
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Umbróglio Pereira
Fortaleza - Ceará - Brasil, 28 anos
2 textos (39 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/08/17 23:31)