Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Pra minha mãe

Este mês recebi a difícil tarefa de homenagear as mulheres.
Difícil, porque muito já foi feito: músicas, poesias, filmes, pinturas e outras homenagens lindas, que foram oferecidas à estas que são essenciais neste mundo.
Como eu adoro desafios, resolvi então fazer uma dupla homenagem, à uma MULHER que nasceu no dia 08 de março, certamente não por coincidência e sim providência.
Esta mulher é um exemplo para mim e para muitos que conheço.
Ela passou a vida lutando. Lutando por um amor, uma família, por um trabalho, por seus amigos, por justiça e felicidade.
Luta até hoje.
Mudou várias vezes. Já foi boazinha demais, foi engolida por lobos, cobras e leões. Mas também já foi durona e quando assumiu essa faceta, não teve ninguém que passasse por cima dela.
Uma mulher que nunca se importou em ficar em segundo plano, em se abdicar de tudo para oferecer aos que ela ama o que há de bom e de melhor nesse mundo.
Uma mulher que é uma artista, tem um talento enviado que foi presente de Deus. Ela transforma qualquer pedacinho de pano em uma obra de arte.
Uma mulher que nos diverte, nos alegra, arranca de todos à sua volta gargalhadas, ou pelo menos um sorriso no rosto.
Dedicada, vai até o fim em tudo que começa. Nunca se cansa, está sempre disposta, gosta do desafio, do novo, de movimento,
O mesmo Deus que a presenteou, ainda ouvie e atende à todos os seus pedidos, e eles são simples: sua família unida, saúde, criatividade e força.
Polêmica, por ser honesta e falar sempre a verdade, doa a quem doer. Se ela falar pra você a frase “ eu vou ser sincera com você”, se prepare porque ela vai mesmo!
Mas é maravilhosa e eu já não consigo mais viver sem ela.
Essa mulher se chama Valéria, é minha mãe, mãe do Matheus e esposa do Athos.
Parabéns! Parabéns!

TEXTO PUBLICADO NO JORNAL ANA LÚCIA MAIO/07
Ana Fróes
Enviado por Ana Fróes em 27/08/2007
Código do texto: T625638

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, fazer uso comercial da obra, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Ana Fróes
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil
13 textos (1582 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/08/17 20:04)
Ana Fróes