Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Um monstro?

Na rua, os pés descalços e a crosta preta mofada pelo corpo. Impossível de descobrir, entre tantos detalhes, o que podia ser pêlo, pele, unhas, olhos, boca, ... era um só, era tudo que nos faz ser; o cabelo, as mãos, as vestes, os adereços...: nunca se saberia onde cada começava e terminava. Estavam todos unidos perfeitamente num só ser.
E andava imprevisível indeterminado, fazendo recuar quem ia de encontro.
Um monstro?
Um homem de rua.
Calor do cão
Enviado por Calor do cão em 02/09/2007
Reeditado em 02/09/2007
Código do texto: T635957
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Calor do cão
Salvador - Bahia - Brasil, 29 anos
127 textos (9792 leituras)
1 e-livros (39 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/10/17 00:43)