Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Outros ares, mares...

Em breve pisarei outras terras, estarei sob outro teto azul, e outra luz iluminar-me-á o dia.
Não estou indo embora pra Pasárgada, pois, dentre outras razões, aqui eu não sou infeliz, tampouco, estando lá, tenho pretensões de ser amigo do rei - contudo, acaso lhe agrade a minha amizade, assim como a todos faço, não a negarei.
Sei que o olhar distante me fará perceber o que aqui muitas vezes meus olhos não viram a um palmo do meu nariz. Talvez, em parte, fosse esse o sentimento que Gonçalves Dias em seus primeiros cantos nos quis revelar: o valor que se percebe daquilo que está longe, o que nos traz lembranças e nos dá saudade.
Entanto, não farei nenhuma alusão ao gorjear das aves de cá, embora confesse de antemão não me agradarem os cantos de lá.
Vou-me embora, sim, mas antes que eu peça a Deus que não permita que eu morra, eu estarei de volta.
Nairton de Aquino
Enviado por Nairton de Aquino em 10/09/2007
Código do texto: T646847

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Nairton de Aquino
Fortaleza - Ceará - Brasil, 40 anos
31 textos (16132 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/10/17 03:18)
Nairton de Aquino