Capa
Cadastro
Textos
┴udios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O P˘r do Sol

     No ocaso, o sol se esconde todas as tardes, vai desaparecendo lentamente, com um grande olho vermelho vai refletindo com seus raios as nuvens que parecem bordadas de um prateado brilhante enfeitando o céu, entre o dia e a noite, vai chegando-se para uma hora melancólica, hora de saudade, de tristeza, hora que nos faz sentir a ausência de alguém, momento de reflexão, hora em que os pássaros começam a aninhar-se para o descanso noturno,silenciando os seus cantos.
     Hora do Ângelus, da Ave Maria. Hora em que  somos tocados pela prece que elevamos ao Pai, Hora em que a paisagem do pintor da  natureza nos faz sentir que Deus é o maior de todos os pintores, de todos os artistas, de todos os arquitetos, Luz e Trevas se misturam refletindo a beleza da criação, e a sabedoria do Criador.
     Quantas vezes passa despercebida tão bela paisagem,somos sim
displicentes e nunca paramos para ver a grandeza do Criador, nunca damos a devida atenção ao Pôr do Sol, ao Raiar do dia. E a noite o
firmamento bordado de estrelas, parecendo pirilampos a vagarem pela
imensidão dos ares, na escuridão da noite. Quanta Beleza! E nós não as percebemos.
     O Pôr do Sol, hora em que o grande astro se esconde na escuridão da noite, entristecendo toda a natureza, para mais uma caminhada em busca de um novo dia.

BLopes
Enviado por BLopes em 11/09/2007
Reeditado em 12/09/2007
Cˇdigo do texto: T648213
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
BLopes
Itapetim - Pernambuco - Brasil, 73 anos
1067 textos (110164 leituras)
(estatÝsticas atualizadas diariamente - ˙ltima atualizašŃo em 18/10/17 00:38)
BLopes