Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Pra chorar de rir

Esta história parece ficção, mas trata-se de um exercício para soltar a imaginação e refletir sobre a inocência que ainda paira em certas cabeças. Sou proveniente de uma família de origem humilde e meu pai é um homem muito vivido e com uma bagagem histórica bem singular, certa ocasião ele me contou que, junto de meu finado avô ele praticava a atividade de reaproveitamento de material reciclável, o popular "sucateiro". Eles rodavam as regiões mais afastadas do estado do Paraná em busca deste material.
  Numa destas aventuras, eles adentraram um sítio de aspecto simples porém muito convidativo. O Residente era um senhor não menos humilde e simpático. Dada esta feita, meu avô foi direto ao assunto:
 "-Vizinho, nos compramos sucata, não tem nada pra nós aí?"
 "-Olha, eu vou dar uma olhadinha pra vocês."
  O velho partiu em busca de algo que servisse aos dois, logo voltou com uma quantia considerável de entulho, depois de realizado o negócio, antes que pai e filho fossem seguindo viagem, o velho comenta:
"-Olha moço, eu até tinha mais entulho espalhado aí pelo sítio, mas um dia veio um comprador igual a vocês, aquele sim fez uma limpa por aqui, deu pra encher o carro. Acontece que ele não tinha dinheiro pra pagar a compra, então... ele me deixou de garantia uma fotografia do pai dele que ele trazia na carteira (o velho saca do bolso uma velha foto borrada e amarelada) inclusive, eu queria saber se vocês, de repente não reconhecem pela foto por que faz uns seis anos que ele foi e não voltou mais pra estas bandas...


Essa também entrou pros anais da história:
"-Essas notas novas de plástico é só pra facilitar a lavagem de dinheiro!!"  (Terezinha Consuelo- Manicure e economista do lar)
Boca
Enviado por Boca em 14/09/2007
Código do texto: T651879

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Boca
Curitiba - Paraná - Brasil, 31 anos
18 textos (1442 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/08/17 20:26)
Boca