Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MEU FILHO

   (Para minha amiga ANA, que sem querer sugeriu um ótimo tema.)

   Somente uma mãe pode saber o que eu sinto agora. Aquela que acalentou um sonho por vários meses, que viu o sonho crescendo, se desenvolvendo, tomando forma...
   Somente uma mãe pode saber o que é ter algo arrancado de dentro de si, e ver esse algo vir à lume, qual criança nascida em parto de alta periculosidade, com dores e dificuldades...
   Somente uma mãe pode saber o que se sente nessa hora, a certeza de que isso é apenas o princípio das preocupações, pois todo rebento exige atenção, cuidado, carinho, acompanhamento constante, noites mal-dormidas...
   Somente uma mãe pode saber o que é olhar a todo minuto para o objeto do seu desejo, e nunca se cansar de admirar a sua beleza, e olhar, e olhar, até chegar o sono...
   Somente uma mãe pode saber o que eu sinto agora, um misto de orgulho e medo. Orgulho, pois afinal de contas é uma extensão de mim mesmo, é o meu nome imortalizado. Medo, por não saber o que o futuro reserva...
   Somente uma mãe pode saber o que é receber a notícia de que o filho anda por aí, solto no mundo, levando o seu nome, espalhando suas palavras ao vento...
   Somente uma mãe pode saber o que eu sinto agora, ao ver o meu primeiro trabalho publicado em livro...
Frodo Oliveira
Enviado por Frodo Oliveira em 14/09/2007
Reeditado em 27/02/2015
Código do texto: T652598
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Frodo Oliveira
Maceió - Alagoas - Brasil, 49 anos
297 textos (134076 leituras)
7 áudios (2256 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/10/17 03:23)
Frodo Oliveira