Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O AMOR QUE NASCE DA SAUDADE

      Repentinamente entrou em sua vida, foi crescendo, agigantou-se.Segundo a segundo...Dia após dia.Penetrou em seus pensamentos, emoções, em seus sonhos...Como se sempre ali estivesse...Feito semente plantada no mais fecundo terreno de seu ser...
      Maravilhosamente a semente germinou; cresceu, deu frutos... E ele agora era só plantação...Luminosa, formosa, intrapessoal... Podia-se mesmo dizer que sente nela, e, através dela, todas as estações; na primavera flores, no verão brisa, no outono frutos, no inverno calor. E sentia com alegria todas ás emoções que ela através das estações lhe proporciona.
      Sua voz é para ele divina sinfonia e, suas palavras acariciam sua alma com um toque leve, sutil... E seu corpo agradece; como criança a ganhar um afago; um brinquedo á muito desejado, um doce. E tudo em si baila; karlamente(sic) karma,Chacra.Como se pudesse olhar para dentro de si mesmo; e tudo o que via era paz e beleza.
      Olhando o vasto e eqüidistante horizonte de si mesmo, notou que ela já não só fazia parte de seu sua vida...Ela agora era sua vida. Como o sol e o dia...A lua e a noite...As ondas e o mar. Ele e ela agora eram uno; indivisíveis, indissociáveis, corpo e alma...Karlatinamente(sic) invadido...Karlamente germinado...E a saudade o invade; uma saudade que ultrapassa a paixão, até atingir teu coração, e assim fazer morada em sua alma...

                                LEILSON LEÃO
     


       
Leilson Leão
Enviado por Leilson Leão em 18/09/2007
Código do texto: T658105
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Leilson Leão
Euclides da Cunha - Bahia - Brasil, 51 anos
950 textos (70138 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/08/17 12:10)
Leilson Leão