Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

VENTO MAROTO!

     Quero esquecer...

     Quero esquecer que gostei, ou quem sabe, que gosto ainda!

     É tão ruim se prender ou se deixar prender por lembranças...

     O que passou, passou, não volta mais...

     Mas, eu pergunto, por que nos deixamos prender à elas?

     Sei que me leva ao caminho escuro, sem esperanças, ilusório, digamos a um acúmulo de ruguinhas no rosto ou, uma certa diminuição do meu depósito de lágrimas.

     É triste ter que esquecer quando na verdade, quer se lembrar!

     Um momento, uma pessoa que marca e traz consigo ilusões, despeja em seu coração e, como o vento passa por nós, não volta, não há como detê-lo, não há como sentí-lo, somente na lembrança...

      E aí ,vai você novamente suprindo-se de seu depósito de lágrimas...

      Se pudesse dar um sinal de vida, um grito, um: " Olá! Estou aqui, lembra-se de mim?

      Sou aquela que, mesmo sabendo do que me esperava no caminho, deixei seu vento passar por mim, não desviei, deixei-o me perfumar e, ainda estou aqui, no mesmo caminho, experimentando ventos....

      Mas ainda, mesmo passado tanto tempo, não deixando sair um resto de seu aroma suave."

      Ainda não acabou...ás vezes te sinto, mas sei, só são lembranças, de um perfume, um momento, um ventinho maroto que passou no meu caminho e que, não consegui deixá-lo passar despercebido!
Deborah Portela
Enviado por Deborah Portela em 23/09/2007
Código do texto: T664901

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Deborah Portela
Matelândia - Paraná - Brasil, 44 anos
43 textos (2715 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/10/17 14:31)
Deborah Portela