Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Chegou aos miiilllll gols

Que pais e esse,
Quais seus valores e qual sua cara diante a cultura nacional.
Nossos museus e bibliotecas desvairindose em poeira e água em
construções de situações caquéticas e de cuidados inexistentes.

Estádios de futebol a serem reformados pelo erário publico.

Que pais e esse,
Escolas cercadas de muros e grades como fossem prisões aos
alunos,e professores massacrados em seus direitos e salários.

Loterias com verbas aos times de futebol, para socorrelos dos
débitos perante, nosso próprio governo.

Que pais e esse,
Mais de vinte e cinco por cento de analfabetos, que mal sabem
escrever seu próprio nome e muitos ainda fora desta estatística
que aprenderam tão somente a ler e escrever o básico e mínimo
possível.

Medalhas e bichos (cachê) pagos por estatais (patrocinadores)
aos que conquistaram títulos em jogos internacionais.

Que pais e esse,
Crianças em carvoarias e esquinas a perseguirem seu sustento,
e mães aflitas as filas de hospitais e postos de saúde mau
aparelhados e sem estruturas adequadas.

Vamos fazer a melhor e maior copa do mundo que já viram.

Que pais e esse,
Onde um livro, uma entrada de teatro, cinema e circo custao
mais que dúzia de latinhas com a loira preferida.

Pele, Romário, Zico e outros tantos que tiveram e terão pelos
campos a fora, não tem culpa perante esta situação caótica e
esdrúxula em que vivemos, pois são meros instrumentos
habilmente usados por oportunistas de plantão.

Para ser breve e encerrar por aqui esta minha indignação,
pergunto ao nosso povo.

Que pais e esse.



Ps: Confesso eu um fervoroso São-paulino,
mas não menos indignado do que
escrevi a cima.



amaury candido
Enviado por amaury candido em 30/09/2007
Reeditado em 17/10/2007
Código do texto: T674470
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do altor e o link para o site). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
amaury candido
Sinop - Mato Grosso - Brasil, 57 anos
18 textos (1978 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/08/17 05:45)
amaury candido