Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Aprendendo a pensar

  Eu odeio as ciências exatas.Fico nervoso quando vejo cálculos na minha frente.Então talvez eu seja um pouco suspeito para defender certas idéias.Como uma maior valorização do ensino de filosofia.
  Está certo que, em uma sociedade capitalista como a nossa, com os nossos salários de fome, não saber matemática é quase como andar desarmado em uma selva.E a química então, é fundamental em um mundo cada vez mais artificial.Mas e a filosofia? Por que sempre é tratada como matéria secundaria? Por que não damos a devida importância a ela?
  O brasileiro é um grande preguiçoso mental.A maior prova disso é você.Leu o que escrevi e concordou sem ao menos se questionar.Tudo bem, tudo bem, se você é um intelectual pode até ter se questionado, mas como os intelectuais são uma parcela muito pequena da nossa população, logo somos um povo preguiçoso mental.Então nada mais justo do que ensinarmos aos estudantes a pensar, para isso nada melhor do que filosofia.
   Se um aluno é aprovado em quase todas as matérias e não consegue média em filosofia, sempre tem um jeitinho, um empurrãozinho. Saber pensar, questionar, ter opinião parece não ser muito importante.Até no vestibular, os alunos que são aprovados para o curso de filosofia são desdenhados, ou chamados de incapazes.
   Acredito que um pouco dessa aversão seja herança dos anos em que ser amigo da sabedoria era sinônimo de ser subversivo.Então até hoje as pessoas tem uma cultura de que questionar o certo e o errado é coisa de maluco, de desocupado.
   Na infância nós questionamos tudo.É a famosa fase do porquê. Mas logo somos educados para não perguntar, pois ser curioso é feio, também logo aprendemos que existe o certo e o errado. E essas idéias de certo e errado podem muitas vezes ser os grandes responsáveis pelos preconceitos na nossa sociedade.Claro que não vamos dizer para as crianças que elas podem fazer o que quiserem, e que todo o conhecimento que herdamos é coisa de gente antiga, mas precisamos ensiná-las a questionar e selecionar as informações que recebem.
  Um povo para ser culto, não precisa saber tudo o que diz Nietzsche ou Descartes, nem passar o tempo todo filosofando, mas um povo que não aceita tudo o que a televisão diz sem antes pensar na validade da informação, um povo que leia o jornal e pare para pensar o porquê do que está acontecendo. Mas tudo isso pode ser só uma desculpa de quem não sabe fazer cálculos e decorar fórmulas.

Mr Garbo
Enviado por Mr Garbo em 04/10/2007
Código do texto: T679663

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Mr Garbo
Santa Maria - Rio Grande do Sul - Brasil, 28 anos
2 textos (96 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/10/17 04:22)