Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

D.A.B

Não sei nem se
é para rir ou chorar.
Ultimamente é só
no que ouço falar.
Fui pesquisando
aqui e ali.
Façamos uma festa
brindemos a nossa desgraça
ou a terrível doença.
Vamos rir, comentar
falar dos medicamentos
isso enquanto podemos.
Irmãos, sobrinhos
mãe, sei lá.
O que era loucura
virou depressão
amenisou um pouco.
A uns tempos atráz
veio a tal Ceratonina.
Bom a explicação que
tive:
Se a pessoa sofre muitas
perdas, consequentemente
fica triste, então há um bloqueio
no cérebro.
Com esse bloqueio
o mesmo não produz
a Ceratonina, então vem
a depressão.
Agora por esses dias
depois de uma batéria
de exames, veio
o tal do Litio, e o
medicamento.
Como se não bastasse
orgãos , dentre eles
o IPSMG, não cobrem
nada desses exames
e também os psicólogos
e psiquiatras.
E ai vem a falta
do dinheiro, para
completar as desgraças
e automaticamente
o D.A.B.
Meus filhos rindo
disseram ter um
eletricista muito
bom em Bipolar
vão me mandar
para talvez me curar.
Bom quando se fala
abertamente, parece
que fica mais fácil.
Será?
Eu particularmente
não ligo a minima
o que acham ou
pensam de mim.
Vivo só, não me relaciono
com quase ninguém
melhor assim.
Pois me irritam
não conseguem ver
nada mesmo.
O pior cego é o que
não quer ver...
martamaria
Enviado por martamaria em 18/10/2007
Código do texto: T699563
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre a autora
martamaria
São Paulo - São Paulo - Brasil, 72 anos
1159 textos (60133 leituras)
1 áudios (587 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/10/17 00:44)
martamaria

Site do Escritor