Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A família pré-histórica

O Sol ainda queimava a pele daqueles três hominídeos nômades, o pai e seus dois filhos homens, que buscavam frutos e caçavam. Enquanto isso a caverna onde habitavam era invadida por um grupo de hominídeos estranhos. Eles levaram as duas mulheres, mãe e filha, e mataram o velho, o avô, e a menina, a filha caçula.
Naquele dia, os homens da família retornaram já com o Sol a se pôr. A caverna estava mórbida. Ali estavam os corpos mortos de seus familiares. A busca pelo resgate das mulheres foi desesperadora, seguiram depressa o rastro de seus inimigos, mas quando os encontraram, depararam-se com uma tribo canibal sedentária, cultivadora da agricultura e da pecuária. Eram em torno de vinte homens, sem contar com mulheres, velhos e crianças. Ali perto fizeram uma fogueira e atearam fogo à plantação e às choupanas. Depois que todos estavam ocupados em apagar o fogo, saíram como feras matando um a um com suas pedras, garras e músculos, visto que eram mais fortes e maiores. Subjugaram dois machos sobreviventes e três fêmeas da tribo e resgataram as mulheres da família. Dali em diante passaram a sobreviver do saque a outras tribos.
Hugo Proença Simões Eu
Enviado por Hugo Proença Simões Eu em 21/10/2007
Reeditado em 21/10/2007
Código do texto: T703938

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Hugo Proença Simões Eu
Fortaleza - Ceará - Brasil, 30 anos
1180 textos (15993 leituras)
19 áudios (157 audições)
16 e-livros (103 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/08/17 21:01)
Hugo Proença Simões Eu