Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sonho ou pesadelo

                            Sonho ou pesadelo


Hoje tive um sonho estranho: sonhei que estava indo para o hospital, não sei por que motivo, e lá chegando, fiquei sabendo que o nosso ilustríssimo Delfim Neto havia morrido. Desconheço o motivo de sua morte, porém, estava investigando-a e, não vendo sangue no local, duvidava que este ícone de nossa economia e política houvesse falecido. Que sonho esquisito!
Nesse sonho, quem me nomeou para a CPI que investigava a suposta morte? Morte ou assassinato?
Como estava procurando sangue no local, provavelmente eu estava trabalhando com a segunda hipótese.
Seria eu um cúmplice inconsciente do assassinato de Delfim Neto? Eu não, Deus que me livre! Ou deveria dizer: Eu não, deus Sono que me livre, esse deus filho da Noite e irmão gêmeo da Morte!
E essa tal CPI? Sigla que ficou tão gravada na minha mente, logo que acordei. Seria a abreviatura de: Conselho dos Presuntos Ilustres? Conselho Pós-Impirismo? Ou seria: Correndo para Imortalidade?
Bem; como não achei nem sangue, e muito menos o corpo, não está caracterizado nem morte, nem assassinato.
Quero deixar bem claro, que não tenho nada contra o nosso excelentíssimo Delfim Neto, pelo contrário, a exemplo do Jô Soares, ele é uma figura gordinha, simpática e inteligente.
O fato é que eu não tenho culpa, nem controle daquilo que sonho. Muito menos, escolhi para mim o encargo de ser o Sherlock Holmes do Além.
Chi...! Eu estar me justificando assim pode não ser um bom sinal, pois já diz o ditado: “quem não deve, não teme”.
Esse sonho ta parecendo mais é um pesadelo. É só se envolver com a política (mesmo em sonho) para nossa vida se transformar num inferno.
Isso me fez lembrar da sigla CPI, talvez ela signifique: Céu, Purgatório, ou Inferno.
Deus me livre de tamanha responsabilidade, imagine eu ter que escolher o que caberia a cada um? Deixo isso para o “Big Boss”, J.C., quer dizer, para o grande chefe, Jesus Cristo. Apesar de que, para o referido caso, seria uma decisão fácil... Não, minha gente, eu pensei no Céu. Imagine eu me privar de uma companhia tão inteligente e bem humorada quanto à do eminentíssimo Delfim Neto! Isso se Deus me escolher para participar dá primeira hipótese.
Evandro Gastaldo
Enviado por Evandro Gastaldo em 23/10/2007
Código do texto: T706246

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, desde que seja dado crédito ao autor original (você deve citar o meu nome, Evandro Gastaldo, e o site www.recantodasletras.com.br) e as obras derivadas sejam compartilhadas pela mesma licença. Você não pode fazer uso comercial desta obra.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Evandro Gastaldo
Cerquilho - São Paulo - Brasil, 46 anos
47 textos (6624 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/08/17 09:20)
Evandro Gastaldo