Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

15 de Outubro, dia de Protestar

Existem diversas faixas espalhas pela cidade dizendo que “ser professor é persistir, resistir e nunca desistir”. Uma professora da zona rural, próximo a Londrina e que abriu uma sala de aula em sua propriedade, na qual leciona para as crianças de duas séries ao mesmo tempo, é um exemplo dessa persistência. Mas como não desistir diante de condições tão aviltantes. Começando pela forma que o professor é visto na sociedade podemos ter uma idéia de como essa profissão é desvalorizada, pois ser professor muitas vezes representa trabalhar muito e ganhar muito pouco pelo o que se faz. Além disso, a infra-estrutura de grande parte das escolas públicas, inclusive na cidade de Londrina muitas vezes não permite que um bom trabalho seja desenvolvido. Sem falar na falta de segurança que contribui para a violência nas salas de aula contra a pessoa que mais trabalha para que nos tornemos cidadãos de bem. Eu realmente gostaria de ter motivos para comemorar nesse 15 de outubro, mas observando como essa profissão é encarada tenho certeza que devemos utilizá-la como um dia para o protesto.

Por Fabricio Silva Lima - 15/10/2007
Fabricio Silva Lima
Enviado por Fabricio Silva Lima em 23/10/2007
Reeditado em 02/01/2017
Código do texto: T706613
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (citar Fabricio Silva Lima e o link "http://recantodasletras.uol.com.br/contoscotidianos/551448"). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Fabricio Silva Lima
Londrina - Paraná - Brasil, 37 anos
46 textos (2274 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/08/17 07:10)
Fabricio Silva Lima