Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O condenado

 
- Chefe, chegou mais um marmanjo pró corredor.
- Hum...
- O gajo está que se caga pelas pernas abaixo. Quando aqui chegam perdem logo a coragem toda. Cagões!
- Hum...
- Para estrangular duas mulheres e dois putos, para isso teve coragem, o cabrão.
- Quem é o cliente?
- Daniel Vibert, e veio de Scottsboro. Passou lá 20 anos.
- E porque o mandaram para cá?
- Sofre de cancro do pâncreas, acho. Aqui na ficha está posto que a situação dele é crítica. Os gajos da Scottsboro bem que o podiam ter guardado.
- Merda! Vamos ter que chamar o Dr. Stevenson.
John coça a cabeça, franze os olhos, retorce o bigode farfalhudo, sem entender a razão de chamar o médico.
- Ó chefe, e para que vamos chamar o médico?
- O recluso precisa de cuidados especiais. Terá que fazer quimioterapia, com certeza.
John recoça a cabeça, refranze os olhos, e retorce retorce e retorce o bigode farfalhudo.
- Mas...
- O problema é que a injecção letal num canceroso pode provocar penas supérfluas. Vamos ter que o curar primeiro. Bem, curar curar é como quem diz.
- Ah! Mas sempre o vamos injectar? Pensava que...
- Claro que vamos! O único é que teremos que adiar a execução. Só isso. Não vamos deixar que o cancro o mate primeiro, pois não?
- Mas se o gajo já está condenado à morte por natureza! É só deixá-lo morrer na cela e pronto.
- E deixá-lo morrer dessa maneira? Meu Deus! John, como podes ser tão cruel?
 
 
 
Cristina Pires
Enviado por Cristina Pires em 29/10/2007
Código do texto: T714375

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Cristina Pires
França, 51 anos
87 textos (6801 leituras)
1 áudios (37 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/10/17 21:40)
Cristina Pires