Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Tempo

Pouco tempo, tempo
que parece tanto tempo.
E porco gosta de
comer cachorro?
Galinha eu sei.
Eu que daria tudo
por um abraço.
A Pitty que se
contenta em abraçar
o meu pé, eu não
lhe dou a mínima.
Vontade de sair e
não saio.
O que me prende?
Meu Deus, não sei
na verdade não
sei viver, não
aprendi.
Não me ensinaram
na idade certa.
Mas que idade?
Bonecas de pano
eu as guardava
brincava.
Minha amiga que
passeavamos na beira
do rio.
Rio que um dia
a levou, por que?
Era bem mais velha
que eu, até hoje
não entendi o porque.
Só sei que nunca
a esqueci.
Rio com o qual tive
muitos pesadelos
até que um dia
a enchente quase
me levou.
Sobrevivi, meus sonhos
não, ilusões também
não.
Hoje me encontro
no mesmo lugar.
Dizem que a água
está na minha vida.
Vida coisa estranha
não sinto o sentido...
martamaria
Enviado por martamaria em 03/11/2007
Reeditado em 03/11/2007
Código do texto: T721859
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre a autora
martamaria
São Paulo - São Paulo - Brasil, 71 anos
1159 textos (60125 leituras)
1 áudios (587 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/08/17 01:53)
martamaria

Site do Escritor