Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

POR QUE REZAR?

POR QUE REZAR?


Oração.
Como o mundo precisa desse exercício espiritual!
Como seria bom se todos rezassem, cada um ao seu modo, ao seu momento, em seu lugar, mas que todos rezassem!
Haveria tanta sintonia com o Além, com a Energia Positiva, com a Luz, com a verdade, com a certeza, com a justiça, com a paz...que haveria mais humanidade e mais Deus.
Haveria mais impulso nos corações, mais olhares olhando nos olhares dos outros, mais gritos de liberdade, mais justos exigindo justiça, mais bondade, mais amor e menos carências. Haveria orações de aliança, de compromisso, de reflexões, de meditações, de bênçãos, de adorações, de súplicas, de intercessões, de ação de graças, de louvores... haveria orações vocais, orações mentais, orações comunitárias e orações individuais. E todas voltadas para todos e não para os próprios umbigos. E assim acredito que haveria mais seriedade no contato com o Criador. As pessoas deixariam de pensar só nelas. Deixariam de achar que só elas é que estão certas. Aceitariam mais as críticas humanas e construtivas dos semelhantes que exercitaram mais essa humanidade, sendo eles acadêmicos ou não..
Por falar em crítica construtiva, eu me lembro de um casal que participava ativamente da vida da Igreja da comunidade onde moravam. Há anos esse casal era mão direita nos trabalhos pastorais. Já tinha participado de muitos encontros e cursos para aprimorar o trabalho dele na comunidade.
Por ajudar a tanto tempo no trabalho pastoral da comunidade o casal, não exercitando a humildade e a simplicidade, começou a sentir-se dono da Igreja local. Rezava diariamente, em casa e na Igreja, delineava as regras do templo e era firme para com os fiéis que freqüentavam aquele recinto religioso.
O ministro ordenado, homem bom e piedoso, chamou o casal para conversar. Passaram mais de duas horas reunidos, fazendo uma avaliação dos trabalhos pelo casal realizados. Em primeiro lugar, o presbítero, como todos os religiosos fazem, avaliou positivamente tudo o que aconteceu devido à atuação do casal na comunidade ao longo dos anos. E no final, fez uma correção fraterna sobre os excessos de zelos que tinha pelas coisas de Deus. Pois estava afetando o jeito de ser, de viver e de rezar da comunidade. O casal agradeceu o pastor local pela avaliação e voltou-se para casa. O ministro de Deus percebeu que o casal começou a se afastar lentamente da Igreja. Não demorou muito tempo e o casal só ia às missas dominicais e se tivesse oportunidade, criticava negativamente a Igreja e de forma generalizada. Um casal que se preparou para tudo, menos para ser avaliado por ele mesmo e pelos semelhantes.
As orações nos ajudam a nos preparar para sermos avaliados, de modo especial pelos nossos próximos do dia-a-dia? Elas nos ajudam a avaliarmos os nossos próximos sem infiltrar as nossas carências, angústias e vinganças? As nossas orações nos ajudam a sermos melhores na convivência com os outros? De repente, estamos tendo sintonia com Deus só para sermos elogiados por nós mesmos e pelos outros e nada de avaliação. Uma oração que me justifica em todos os meus atos.  Se a pedra sentisse dor, ela sentiria só quando fosse lapidada.
É isso!

Fonte – Catecismo da Igreja Católica – Oração Cristã.
Acácio
Acácio Nunes
Enviado por Acácio Nunes em 05/11/2007
Código do texto: T724488
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Acácio Nunes
Pouso Alegre - Minas Gerais - Brasil, 57 anos
356 textos (152796 leituras)
1 e-livros (13 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 16:52)
Acácio Nunes