Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Olho para minha mãe hoje e sinto saudades da minhã mãe de outrora

Hoje ao abraçar minha mãe , estremeci de pesar... Já está bastante idosa e fragilizada - esquecida, insegura, carente de muitos abraços, sorrisos e beijos.  Mas, a vida corrida de hoje não concede aos filhos e familiares, muito tempo para ficar assim abraçadinha, segurando a mão de quem um dia me carregou no colo e segurou minha mão  quando arriscava a dar os primeiros passos.  Essa mulher, um dia foi presente na minha vida, valente, trabalhadeira, controladora, responsável... não media sacrifícios para me dar o que lhe era possível dar, a fim de que não me faltassem as mesmas oportunidades que que lhe foram negadas.
Olho para ela, observo seu olhar perdido, passos vacilantes, pensamento confuso,  e dói ver alguém que embora a casca seja a da minha mãe, o espírito dela dissipou-se - já não é mais a mesma pessoa - agora é um ser cuja alma se perdeu em algum lugar - já não diz coisa com coisa, não sabe em que dia estamos, onde, nem o que acontece ao redor... Olho para essa senhora que precisa de cuidados, carinho e paciência, que só sabe me olhar, sorrir e me bençoar, e  que eu já não posso mais alcançar, conversar, e que muitas vezes me tira do sério com tantas trapalhadas...  e me sinto desnorteada pois sei  que nem todo o cuidado e carinho poderá trazê-la de volta; e nessa hora, me dá uma saudade imensa da minha mãe.
Jayni Paula
Enviado por Jayni Paula em 12/11/2007
Reeditado em 09/01/2013
Código do texto: T734137
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Jayni Paula
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
183 textos (10685 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/10/17 13:07)
Jayni Paula