Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

COMO ESPALHAR FELICIDADE E AMIZADE


Uma das coisas mais interessantes que temos para fazer, sem qualquer sombra de dúvida, é procurar espalhar amizade e, a partir dela, felicidade.  Nem todos pensam assim, e, como resultado, encontramos pessoas que vivem mal humoradas, incapazes de um sorriso espontâneo, incapazes de uma gentileza.  E o que é pior, sempre procurando um jeito de prejudicar alguém, seja por atitudes, seja por calúnias.

Fazer o que, se eles se sentem bem assim, respeitemo-los. Um dia talvez aprendam a viver.

Penso que muito melhor do que um tratamento frio e distante, seria oferecer um pouco de calor humano, de um sentimento amistoso. Um abraço, um aperto de mão, um gesto de solidariedade.

Não custa nada e faz bem para nosso espírito.

Para melhor “espalhar amizade”, precisamos inicialmente aprender a sorrir. Mas não apenas um arreganhar de lábios, temos que sentir o sorriso vindo lá de dentro, e se espalhando por todo nosso rosto, por todo nosso corpo.  Isso se consegue, quando sentimos alegria de viver.

Quando conseguimos ter pensamentos positivos.

Quando não desejamos mal para ninguém, ou quando entendermos que, prejudicando outrem, essa maldade acabará revertendo contra nós mesmos.

Não pode existir prazer em espalhar maldades contra quem quer que seja.

Fazer justiça é uma coisa. E para isso existe a Justiça, seja a dos homens, seja a divina.  Apenas não podemos faze-la por nossas próprias mãos, pois a passionalidade muitas vezes embota nossa capacidade de julgamento.

Com pensamentos positivos, e direcionados para o bem, vamos tentar falar em amizade.

Para tanto, vou usar uma mensagem que me foi enviada pelo meu sábio guru, L’Inconnu:

Sonhe o sonho, sem duvidar. Deixe o sorriso acontecer. Liberte um imenso SORRISO.

Rasgue o preconceito. Olhe nos olhos. Irradie simplicidade, simpatia, energia.

E não se espante se a pessoa mais feliz FOR VOCÊ.

Sonhos, todos devemos tê-los.  Procurar realizar os nossos, respeitando os alheios, pois o que desejamos para nós, não devemos coibir em outrem.

Preconceito é o maior desrespeito para com nossos semelhantes. Cada um é como é.  Devemos respeita-lo, portanto, da mesma maneira que queremos ser respeitados. Nunca esquecendo de que se existe alguém que pareça estranho ou “diferente” para nós, igualmente poderemos parecer estranhos para outro alguém.  Há que se respeitar, para sermos respeitados.  E respeito é uma das maiores provas de amizade e carinho que existe.  Sem ele, não há amor ou amizade que sobreviva.

Encontrando algo que a nós pareça defeito, poderemos conversar sobre isso, sem melindrar o espírito de nosso amigo, bem como deveremos aprender a respeitar seus momentos de alegria, dor ou tristeza, consolando-o quando o vermos chorando.

Principalmente, precisamos aprender a conversar.  Uma conversa é um diálogo, onde duas ou mais pessoas se comunicam. É importante sabermos tanto falar, como ouvir.  Prestar atenção naquilo que nos falam.  Coisas que poderão parecer sem importância para nós, serão assuntos sérios para outros, e vice versa.  Da mesma forma que gostamos de ser ouvidos, devemos aprender a escutar e ouvir.  Com isenção de ânimo, sem preconceitos ou duvidas.

Não custa nada um cumprimento amistoso. Algumas palavrinhas mágicas, que tem grande significado: Como vai? Por Favor. Obrigado. Com licença.  Desculpe-me.  Gosto de você.

Pequenos gestos igualmente mágicos, desde que sinceros: Um aperto de mão.  Um abraço.

Um beijo (quer coisa mais amistosa do que “um beijo no coração”? Simboliza uma pura amizade). Um acenar de mão à distância. Um gesto de boas vindas. Um sorriso.

Com um sorriso nos lábios, e um beijo em seus corações, desejo-lhes UM LINDO DIA.

Um sentimento de amizade,

É a verdadeira ponte

Para chegar-se à felicidade...
 

 

 
Marcial Salaverry
Enviado por Marcial Salaverry em 22/03/2005
Código do texto: T7347
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Marcial Salaverry
Santos - São Paulo - Brasil, 77 anos
19860 textos (1963172 leituras)
3 áudios (855 audições)
6 e-livros (2134 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 10:09)
Marcial Salaverry