Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sexo Selvagem

  Nas últimas férias resolvi abdicar do conforto advindo da modernidade de uma vida urbaba e viajei  para o interior.
 Eu, marido e filho fomos para o sítio de uma  prima que mora com o marido, o filho, as galinhas, porcos, besouros, aranhas, mato, mato, mato, mosquito, carneirinho, boi, .... enfim, flora e fauna para   "national geografic" nenhum botar defeito...
O filho adorou... passava todos os dias no galinheiro, no chiqueiro, no curral... Ganhou até um pintinho que ele disse ser adolescente e batizou o bichinho de Philipe (com PH, imagina só?)
Chegamos no dia 30 trazendo chuva, com a chuva o rio inundou, barreiras caíram, a luz acabou.... e para me arrasar, neste lugar não existia coca light, calton vermelho, e outras coisinhas sem as quais pensava não viver...
Para comprar mantimentos, andávamos 5km,  até a venda mais próxima. Se continuasse lá por mais um mês, nunca mais precisaria malhar.
Sinal de celular não pegava, em compensação, outras coisas pegavam muito bem... (pelo menos, senão me jogava no rio). Aliás, era a única coisa que tinha para fazer. Então, além de muito sexo selvagem (já que  no meio desta selva, viramos todos bichos mesmo) ... nos restava ficar reunidos contando causos, rindo e curtindo esta vida que não tinha a menor pressa em passar.
Magdala Moreira
Enviado por Magdala Moreira em 17/11/2007
Código do texto: T740380

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Maria de Magdala Cascabulho Moreira). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Magdala Moreira
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil
106 textos (10234 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/08/17 10:57)
Magdala Moreira