Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Tempos Modernos - À la Platão

Num belo dia,em uma tarde neblinada numa praia de Salvador,mais especificamente Jardim de Allah...

Jovem G. - O tempo passa...e nem sentimos.

Jovem P. - Existir...como é isso?

Jovem G. - Não sei ao certo.Você acredita em Deus?

Jovem P. - Provavelmente.

Jovem G. - Por quê?

Jovem P. - Creio porque é absurdo.

Jovem G. - Bonita sua resposta.

Jovem P. - Quem é você?

Jovem G. - Quem somos?

Jovem P. - Acho que somos ninguém.Olhe ao redor.Está vendo aqueles dois garotos ignominiosos?vestidos com roupas coloridas e caras.Eles são de nossa escola.

Jovem G. - São sim.Um deles está em minha classe.Todo dia ele fica rindo de mim.

Jovem P. - Por quê?

Jovem G. - Ele me viu abraçando você.Sabe como é,meninos não podem ter afeto.Ele vive me chamando de bichinha e de maricas.

Jovem P. - Realmente.Afinal,meninos não choram...

Então saem os dois andando pela calçada,e logo depois os garotos espalhafatosos,X e Y, andam mais um pouco,e vão para a casa de um deles trocar abraços e afetos.Enquanto isso, G. e P. assistem Pocilga, de Pier Paolo Pasolini.
Stalker
Enviado por Stalker em 22/11/2005
Reeditado em 22/11/2005
Código do texto: T74641
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Stalker
Salvador - Bahia - Brasil, 116 anos
46 textos (5134 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 10:02)
Stalker