Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Crônica de uma crônica


     Falava sobre internet, sobre o quanto temos de pessoas lendo e escrevendo independente se usam canetas e papéis ou um computador.
     A vida se tornou tão complexa e ao mesmo tempo tão simples.
    Podemos encontrar inspiração em um chat, em um site de fotografias, vendo blogs os quais pessoas descrevem em poemas o que sentem, sofrem, choram ou sorriem.
     Vivemos amores, desamores, sabores e desabores, o universo netiano seduz, inflama e explode.
     É tudo tão rápido, dias parecem anos, anos parecem décadas, um envolvimento tão profundo por letras e dizeres, em frases feitas ou não, em versos cuspidos ou sacramentados pelo amor e pelo ódio.
     O fato é que aquele velho e bom companheiro diário, ao pé da letra, virou um teclado que com o tempo se perde as letras de tão gastas, estranhamente, ou não, a primeira letra que se apaga é a "A", de Amor, de Amigo, de Alguém... De Adeus.
     No final chega-se a conclusão de que a vida  é arte, letra, textos de uma peça, sem ensaios, como diria Charles Chaplin...

SP 09/12/2005
HM Estork CCoelho
Enviado por HM Estork CCoelho em 09/12/2005
Código do texto: T83336
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
HM Estork CCoelho
São Sebastião - São Paulo - Brasil, 41 anos
927 textos (49171 leituras)
8 e-livros (486 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 10:46)
HM Estork CCoelho