Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

UM SENTIMENTO CHAMADO CORINTHIANISMO

13 de outubro de 1977, o dia em que me tornei corinthiano

Internado num hospital por cair de uma árvore, naquela noite fui surpreendido por um foguetório ensurdecedor. Menino ainda, demorei para compreender o que estava acontecendo, até que um paciente me disse que era gol do Basilio. Mas quem é esse Basilio? – perguntei. Ele simplesmente me olhou, afirmou com toda a convicção que eu seria corinthiano e um dia iria compreender. Dito e feito! E o que se comentou ao final da partida é que o Corinthians finalmente havia sido campeão, depois de quase 23 anos sem títulos. Fiquei empolgado e, ao receber alta, ganhei uma camisa. Foi o início de uma paixão. Não, paixão é pouco para definir o sentimento que se apossou de mim. No meu universo colorido, parecia haver somente duas cores: o preto e o branco.  Bendita árvore que cruzou o meu caminho e me impediu de torcer para outro clube. Deus me livre!

É diante dos perigos, das adversidades da  vida que se aprende a ser corinthiano. Como é bom ser sofredor, o sabor da vitória é mais doce no final, infinitamente mais saboroso.  Ser corinthiano não é simplesmente gostar de futebol, mas respirar, viver intensamente esse time, uma força motriz capaz de quebrar paradigmas e protocolos, lançar moda e criar cultura, unir povos. Também gera rivalidade, é claro, mas que graça teria se o futebol fosse unilateral? Corinthianismo é um sentimento que se adquire desde pequeno, tão marcante que deveria vir como marca de nascença, um órgão essencial para a sobrevivência e a continuidade da espécie. Talvez essa seja a melhor definição. O Corinthians é uma parte do próprio corpo humano, uma artéria do coração, a melhor metade da alma: o amor. Um amor que cresce a cada segundo e que até assusta. Enquanto existir o Corinthians, haverá o amor. E como o amor jamais acaba, o Corinthians também é infinito, e infinita é a sua grandeza.

Geração após geração, vão se os ídolos, os torcedores, mas a história permanece. E a história do Sport Club Corinthians Paulista é regada de conquistas. Mas qual é a mais importante? Impossível responder, a melhor ainda está por vir. Mas, para mim, a que está estampada em letra maiúscula na memória é aquela de 13 de outubro de 1977. Afinal, foi assim que eu me tornei filho dessa imensa nação alvinegra.

COPYRIGHT © TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
Para a aquisição desse texto para fins de qualquer natureza – inclusive para reprodução, trabalhos profissionais ou acadêmicos –, favor entrar em contato pelo e-mail jdmorbidelli@estadao.com.br.

Agradeço se puder deixar um comentário.

JDM
José Donizetti Morbidelli
Enviado por José Donizetti Morbidelli em 16/12/2005
Reeditado em 01/09/2013
Código do texto: T86604
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
José Donizetti Morbidelli
São Paulo - São Paulo - Brasil
218 textos (621798 leituras)
24 e-livros (1368 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 17:27)
José Donizetti Morbidelli