Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ilmo Sr. Fumante

Essa crônica eu fiz assim que foi posta em vigor a lei que proíbe o fumo em shopings e locais fechados. Mesmo que a lei já esteja "acomodada" ao nosso dia-a-dia fica aí a opinião e eu algumas partes ela se mantém bem atual (naquela época - final de 2003 - ainda não sabíamos do Mensalão e seus comparsas) pois, marca a falta de respeito com a população em relação a muitas utilidades básicas e o excesso de gastos em publicidades e porcarias afins!






Ilmo Sr. Fumante,


Segundo a Lei 9294 do Governo Federal o senhor não é mais bem vindo nos corredores dos shoppings do Rio de Janeiro, pois a fumaça emitida pelo seu cigarro, charuto, cachimbo ou afins, incomoda a todas as pessoas que estão ao seu redor. Isso não quer dizer que nós, que fizemos a lei, tenhamos perguntado a todos os freqüentadores de todos os shoppings. Mas nós achamos por maioria que sim! Sua presença como fumante tem incomodado todos os transeuntes do West Shopping ao Fashion Mall; e o senhor não poderá reclamar, pois se foi o senhor mesmo que nos colocou lá por meio do sufrágio universal ao qual tem direito e nos elegeu como seus legítimos representantes; nós decidimos que o Senhor está terminantemente proibido de se auto-poluir!
Também venho por meio desta informar-lhe que como não temos mais o que fazer em relação à: saúde pública, educação, segurança e saneamento básico; estamos gastando bastante dinheiro com a propaganda desta lei. Com certeza o senhor há de concordar com isso! Afinal, o senhor pode andar naturalmente pela rua a qualquer hora do dia ou da noite e terá a convicção de que nada poderá lhe acontecer pois nossa bem paga polícia militar estará atenta a qualquer pessoa que possa importunar o seu trajeto; assim como, se ao atravessar a rua o senhor for atropelado por algum carro desgovernado, será levado imediatamente para o próximo hospital público e lá terá todos os cuidados e equipamentos necessários para sua plena recuperação! E não podemos esquecer da sua calma perante uma tórrida chuva de verão no fim da tarde, pois todos os bueiros estarão desobstruídos e não existirá nenhum desabrigado pela enchente. Como também nenhum morador de rua está passando fome, frio e lhe pedindo esmola a cada esquina.
Portanto, Sr. Fumante, estamos lhe dando toda a chancela para que está lei não o irrite ainda mais com o seu governo! Pois todas as providências estão sendo tomadas para que o seu bom humor goze ainda de muitos e muitos anos.
Já íamos esquecendo de afirmar que com certezas todos irão entender corretamente este comunicado, pois têm toda instrução acadêmica para tal!

Atenciosamente,

Os Eleitos.
Érika dos Anjos
Enviado por Érika dos Anjos em 20/12/2005
Código do texto: T88659

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Érika dos Anjos
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 33 anos
11 textos (2403 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 22:36)
Érika dos Anjos