Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Dormir, faz bem até para o coração!

Passei por uma decepção daquelas, que faz doer o coração.
A quele aperto no peito.
A bendita vontade de encontrar com a pessoa e lhe dizer algumas "verdades".
Que bom, existem os amigos!
Que chegam e dizem: Espere, espere!
As horas vão passando, o trabalho ou o estudo, ocupando o seu tempo, chega a hora de deitar-se, ainda pensando no que aconteceu durante o dia em que a realidade bateu a sua porta.
E fez você sentir que, todas aquelas palavras ditas olhos nos olhos, eram mentira!
Algumas pessoas têm o dom de falar as coisas olhando dentro de seus olhos, e nem piscam!
Você chega até a acreditar que elas falam com o coração. Mas a mentira tem realmente perna curta, e a verdade sempre aparece.
E o seu sentimento?
E a esperança que você alimentou nesse meio-tempo?
E você?
A verdade dói, mas diante da verdade temos opção de escolha, e a mentira?
Te faz perder a confiança totalmente.
O sono chega, seus olhos pesados vão se fechando, a decepção é tanta que você só acorda no dia seguinte.
Lembra sim do que aconteceu, mas acorda revigorado, mais um dia se inícia, a esperança se renova, o coração e o desconfiômetro só ganhando experiência.
Procurando não deixar o coração endurecido com tantas mentiras e desilusões, não é fácil continuar deixando o coração aberto para o AMOR.
A esperança!? continua a cada amanhecer e a felicidade é algo interior particular de cada um independe do outro.
E assim a vida continua, com as experiências ruins ganhamos a capacidade de estarmos alerta para não errar mais e nem nos machucarmos.
Com as boas!? alimentamos o coração de bons sentimentos para continuar caminhando.
Até chegar o dia do grande encontro com o verdadeiro AMOR.
E, pra dormir sempre bem, vamos ligar o pensamento na estação POSITIVA, DEUS! ele sempre revigora, revitaliza todas os nossos pensamentos e nossas energias e nos faz sempre ver esperança no amanhã.
Enviado por Rê em 22/12/2005
Reeditado em 28/12/2005
Código do texto: T89303
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Macapá - Amapá - Brasil, 45 anos
6 textos (361 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 06:30)
Rê