Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Quando o amor te pega.

O amor me pegou
E eu não descanso enquanto não pegar
Aquela criatura.”

É isso, o amor nos pega e pronto. O estrago está feito. Dano irreparável. Você não é mais o mesmo! Que nada! Passa o tempo pensando na pessoa amada, tentando adivinhar os seus passos, tentando desvendar seus segredos (mas será que isso é bom? Vai que descubra algo que não te agrade?), e imaginar se ela te ama também ou melhor se o amor a pegou também.

“Será que meu plano é bom
Será que é no tom
Será que ele se conclui?”

O aprendizado do amor é demorado e não adianta pressa. A conquista é lenta construída no dia a dia, trabalho de formiguinha.

Claro, porque também ocorre do outro não se contagiar e aí... é que tudo fica complicado.

Um outro momento é quando se fica imaginando se o seu amor é o mais bonito, mais perfeito que todos os outros. É o estado de cegueira total.

Tem também as situações em que você não quer que ninguém descubra quem é o seu amor. Amor em silêncio. Segredo para proteger ou para se proteger? Importa se o teu amor é mais novo ou mais velho? Gordo ou magro? De qual sexo? E amor tem sexo? Amor tem sexualidade, leva ao desejo. Você é o outro/a? Como assim? Depende do angulo que se vê.

E será que tudo isso realmente importa? O importante é amar e ser amado.

“Tenho que pegar, tenho que pegar
Tenho que pegar essa criatura.”
Wanda Recker
Enviado por Wanda Recker em 24/12/2005
Código do texto: T90152
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Wanda Recker
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 58 anos
24 textos (2276 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 20:05)
Wanda Recker