Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Pronunciamento

" Esse país, Deus me livre !, é uma terra quente e seca. A aridez do solo acaba por se impregnar nas pessoas e provocar aridez de espírito e deserto na alma.
É hora de todos enxergarem a verdade e conhecerem esse pedaço do paraíso no qual vivemos e que, não sendo uma igreja, tem como vantagem não ser cobrado o dízimo.
Noto que as pessoas têm sido levadas ao equívoco pela imprensa que, numa vergonhosa campanha difamatória, alega que os acontecimentos registrados nos últimos dias são produto da falta de governo e ainda, com o intuito de afugentar turistas e prejudicar o comércio em geral e o setor hoteleiro em particular, chega a afirmar que as chuvas constantes e os pequenos transtornos trazidos por elas, tornam o clima péssimo para moradia e a cidade imprópria para o turismo. Mentira !
Sabemos que no resto do país se paga, e muito caro, por uma água de qualidade duvidosa fornecida pelas empresas que cuidam da captação, tratamento e distribuição da água enquanto nós, habitantes desse pedaço do paraíso, não precisamos de nada disso para termos à mão, a cada momento, o líqüido da vida. Temos, sim, vantagens sem conta porque fomos premiados com água abundante que renova cada um, a cada momento.
Citarei apenas alguns exemplos, dentre os milhares que poderia citar, apenas para demonstrar que, ao contrário do que dizem os opositores que se escondem atrás de órgãos da imprensa, aqui sim são verificadas as condições ideais para uma vida saudável. Não tomarei o tempo da senhora ou do senhor apenas é necessário que a verdade, tão temida pelos opositores, venha às claras.
De cara, com a bendita água que os céus nos premiam, não temos a incômoda poeira que, como em outras cidades, cobre bens, corpos e se entranha nas almas. Como é fácil perceber, as águas que os céus benevolamente nos enviam impedem a incômoda presença de pó e pela abundância não há formação de lama. Com isso há muito menos trabalhos com limpeza e conservação de casas e logradouros e um quase nada em termos de doenças do trato respiratório. Todas essas, os médicos atestam, são produto de processos alérgicos ou tabagismo.
No resto do país, com a escassez constante, um cidadão sentindo sede precisa de copo, filtros ou garrafa de água mineral. Tudo a custo elevado e pouca garantia de pureza enquanto nós, nessa cidade abençoada por Deus, precisamos apenas levantar bem a cabeça, abrir a boca e permitir que a água, tanta quanto baste, entre em nosso corpo e nos sacie a sede. Entre nós, todo o mundo sabe, sede não passa de conceito vago.
Em qualquer lugar, para que se tenha a roupa lavada e livre das manchas provocadas pela poeira ou lama, precisa-se de tanque ou lavadora de roupas, encanamento, sabão em pó, amaciante de roupa e muito dinheiro para pagar tudo isso para ter aquilo que é direito sagrado de todos : andar limpos. Em nossa cidade tudo isso foi há muito dispensado e, salvo memorialistas como eu, quase ninguém mais é capaz de explicar como é, ou funciona, uma lavadora de roupas assim como ninguém mais possui tanque em suas áreas de serviço. Ao menor sinal de sujeira nos trajes, basta que qualquer cidadão saia para a rua sem guarda-chuva e quando volta, após três ou quatro voltas no quarteirão, está com suas roupas limpas e prontas para irem para a secadora. A economia conseguida por não se pagar pela água se reverte na de aquisição de bens de consumo ou poupança. Nosso povo fica cada dia mais rico!
Mas os benefícios não param por aí. Se algum cidadão desejar sua roupa mais limpa e perfumada pode esfregar sabonete no corpo, vestir-se com a roupa que necessita lavagem e ir para a rua para as mesmas três ou quatro voltas no quarteirão. Esse processo, além de deixar as roupas mais brancas, inclusive as de cor, tem a vantagem de, ao mesmo tempo, permitir que o cidadão tome um revigorante banho. Os mais espertos descobriram e hoje todos fazem, que para a melhor lavagem das meias e pés, deve-se sair sem sapatos ou, quando muito, usando sandálias do tipo " havaianas ".
Vantagem não conseguida em nenhum outro lugar é o custo zero e a garantia de verdadeira limpeza na lavagem dos carros. Em qualquer lugar, sabemos todos, um cidadão para ter seu carro lavado, precisa deixá-lo num posto de serviço ou algum estabelecimento do tipo " lava-jato " nos quais o veículo é entregue muitas vezes nas mãos de pessoas inexperientes e temerárias. São muitos os relatos de pessoas que deixaram seus carros em postos de serviço e um empregado, abusando da confiança, saiu com o mesmo para uma inocente voltinha quando um poste, saído não se sabe de onde, entrou na frente do veículo e provocou acidentes. Uns, como se ouve dizer, de maior gravidade e elevadíssimo custo para o proprietário do veículo. Em nossa cidade, para se tenha o carro lavado, basta se deixe o mesmo estacionado na porta de casa por breves minutos, antes de recolhê-lo para a garagem e, quando saímos, a lavagem é permanentemente refeita. Não existe o risco de um incompetente passar um pano ou esponja sujos e impregnados de areia e, com isso, riscar a lataria daquele carro que custou os olhos da cara.
Inovamos nos meios de transportes na cidade que, além de carros, ônibus, taxis e motocicletas englobam a possibilidade de utilização de lancha, jet sky, prancha de wind-surf e, para os mais abastados, até pequenos iates. Com o alargamento das avenidas e aprofundamento das pistas teremos em breve a possibilidade de utilização de iates de maior porte.
Assim, como vocês podem ver, não existe crise de transportes e se algum dia ela vier a existir, com certeza, será pelo excesso de meios de locomoção.
Inovamos também na educação. Além das disciplinas da grade curricular normal nossas crianças, desde a mais tenra idade, têm aulas de natação, mergulho e primeiros socorros aquáticos.
Não fosse isso o suficiente,  nas antigas aulas de ginástica há muito substitui-se as chatíssimas partidas de queimada ou basquete por emocionantes partidas de water-polo, bem como belíssimas apresentações de nado sincronizado e salto de plataforma de 10 m.
Nossa cidade é mais limpa. Estamos livres do incômodo dos dejetos de animais pois, diferentemente do que ocorre com o resto do país, não sofremos com o incômodo das fezes de animais de carga, no meio das ruas assim como as de cães levados às praças públicas por suas irresponsáveis donas, para uma pretensa volta mas, que todos sabem, é mesmo para permitir que os seus pulguentos animais encham as pracinhas com suas fezes fétidas e contaminadas. Estamos livres desse constrangimento vez que, as águas que abundam dos céus lavam camada asfaltica, calçadas e praças livrando-nos a todos os dejetos indesejáveis.
O que falar então da alimentação? Aqui sim, existe em abundância o que se conhece como alimentação saudável porque, além de carne bovina e suína, tem-se peixe fresco, de todas as espécies de água doce e, diferentemente do resto do mundo, não é necessário que se vá às peixarias ou que se viaje para longe em arriscadas e custosas pescarias. Os peixes nadam na camada de água sobre o asfalto, gramados, praças e, incrível, até mesmo dentro dos rios que cortam nossa cidade. Peixe fresco, que todos sabem é a carne animal mais saudável, a todo momento, absolutamente grátis e na porta de casa.
A lavoura merece destaque. Sem estiagem não há desabastecimento. Leite em abundância porque em momento algum falta pasto para nossas vacas leiteiras.
O progresso reside aqui e aqui se expande. Enquanto há pouco tempo o país se apavorava com a possibilidade de " apagão " nossas usinas hidrelétricas, uma em cada residência, tanta é a água que se dispõe, operam sempre com a capacidade plena. Energia elétrica farta e gratuita. Em nenhuma outra cidade do mundo isso ocorre.
A oposição, em sua mesquinha campanha constante de desestabilização do governo, alega que existiria situação de risco em razão dos constantes deslizamentos de terra e desabamentos e, sem ter verdades a dizer, chegam ao desatino de colocar a culpa de algumas mortes na prefeitura. Isso é calúnia e demonstra o quão mal intencionados são nossos adversários. Não podemos negar que se verificaram alguns desmoronamentos e desabamentos também, ninguém poderá dizer que, com eles, o comércio de materiais de construção foi incrementado devido a necessidade de reconstrução de casas, prédios e logradouros públicos. Serviço para pedreiros, encanadores, marceneiros, eletricistas, especialistas em pintura interna. Venda aquecida nas loja de materias de (re)construção. Contratos com as empreiteiras que trabalham na desobstrução de estradas, reedificação de pontes e contenção de encostas assim como as especializadas em residências garantem lucratividade para esse importante ramo da economia e, ao mesmo tempo, gera empregos e garante salário para muitos.
Alguns opositores mais ferrenhos chegaram a colocar a culpa em nosso governo pela morte de uns poucos cidadãos. Isso é calúnia e já estamos tomando as medidas necessárias para processar os maledicentes. Porém, para que as acusações sobre a fatalidade que vitimou alguns poucos não fique sem resposta, digo que se é ruim para os familiares aos quais, de público apresento minhas condolências, para o povo em geral acabam por ser benéficas. Cada cidadão morto, pelo que a oposição alegar ser a combinação da fúrias das águas com a ineficiência do poder público, constatou-se que o morto, se trabalhador, cria uma nova vaga de emprego e, se este estava fora do mercado de trabalho, tem-se um desempregado a menos o que, todos sabemos, é benéfico para a fatia da população que se encontra desempregada pela abertura de uma nova vaga e, ainda, não podemos negar, muito bom para as estatísticas oficiais vez que, a cada dia, o problema social provocado pelo desemprego é minimizado.
Aqui está o maior polo de venda de guarda-chuva, capas, chapéus, roupas de plástico, sapatos impermeáveis, galochas e secadoras de roupa do planeta. Qualquer empresário que aceite o desafio e inaugure uma loja para a venda de máscaras de mergulho, roupas de neoprene, snorkel, aqualung, pé-de-pato tem sucesso garantido. Nem nas cidades costeiras se vende tantos botes infláveis, caiaques e lanchas. Carros anfíbios, desde protótipos aos modelos já aprovados e de sucesso, têm venda garantida.
Emprego e oportunidades para todos.
Meditem sobre isso e, impregnados dessas verdades, vejam o que estou no caminho certo, fazendo por nosso amado povo o que ele verdadeiramente merece."


ACABAMOS DE TRANSMITIR O PRONUNCIAMENTO DO EXMº. SR. PREFEITO SOBRE OS RECENTES DESASTRES OCASIONADOS PELAS CHUVAS DOS ÚLTIMOS DIAS.

VOLTAMOS AGORA COM NOSSA PROGRAMAÇÃO NORMAL.

Dario Castellões
Enviado por Dario Castellões em 30/12/2005
Código do texto: T92406
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Dario Castellões
Juiz de Fora - Minas Gerais - Brasil
26 textos (2350 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 16:55)
Dario Castellões