Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Um feriado muito estranho!!!

O despertador tocou, como de costume, 6 horas da matina. Pensei: poderia dormir um pouco mais, contudo eu não posso, pois é  hora de acordar mesmo, afinal, hoje recomeçam as aulas da Universidade (onde trabalho), depois de 3 meses  em greve, e eu preciso estar lá para organizar as coisas. Dei um pulo da cama, pensando nas muitas atividades que teria àquele dia e  ainda tinha umas coisas para resolver antes de ir para o trabalho. Organizei-me, tomei meu desjejum e liguei para a clínica odontológica para saber que horário tinha marcado. Ninguém atendeu e eu fiquei um pouco desconfiada, mas tudo bem, tentarei mais tarde, talvez seja o horário. Lembrei-me que teria que passar no banco para pegar meu cartão. Segui para o ponto de ônibus que logo passou. Achei atípico vir praticamente vago àquele horário. Chegando no centro da cidade, segui em direção ao banco e comecei a achar tudo muito estranho: todas as lojas fechadas!!! Continuei minha caminhada e as únicas pessoas que encontrava eram aquelas que estavam indo à Igreja. Possivelmente evangélicos: levavam consigo a Bíblia. Vi algumas igrejas abertas, mas achei natural, pois aquelas funcionavam a semana inteira. Enfim, cheguei ao banco e quando tentei abrir a porta automática, nada???!!! Olhei pela porta de vidro e tudo escuro. Achei estranho, afinal tudo estava muuuito estranho!!! Quando já estava indo embora, parou um carro e uma senhora desceu e perguntou: está aberto? Eu respondi-lhe que não. Ela disse-me: o do shopping deve estar aberto quer ir até lá? Eu falei: não, porque eu tenho que pegar meu cartão nessa agência. Ela olhou para mim com ar de interrogação e disse: o cartão? Acho que você só conseguirá amanhã. Eu olhei para ela, também, com ar interrogativo e fui embora. Cada vez mais eu achava tudo muito esquisito, até que resolvi perguntar a um segurança de uma empresa. Por favor, você sabe me dizer por que hoje é feriado?  Por que até os  bancos estão fechados? Ele me perguntou: a senhora precisar sacar dinheiro? Eu respondi: não, eu preciso pegar meu cartão que eles pediram para eu vir buscar. Ele olhou pra mim, com ar de quem tinha me achado  um tanto maluca e falou: senhora, hoje é domingo!!! Domiiiiiiiiingo????  Hoje é domingo pede cachimbo... (antes eu pensava que era pé de cachimbo, embora achasse estranha a expressão, mas também não existe pé de orelha? (rs))... o cachimbo é de barro bate no jarro o jarro é de ouro bate no touro o touro é valente bate na gente a gente é fraco cai no buraco o buraco é fundo acabou-se o mundo. Lembrei-me dessa parlenda que minha vó sempre repetia quando éramos crianças. Realmente acabou-se meu mundo, pois era DOMINGO!!!! Andei um pouco, ainda sem acreditar que eu não estava sonhando e vi uma loja de departamentos aberta, entrei e fui às compras, afinal, para mim, já era segunda-feira!
Rosangela Herculano
Enviado por Rosangela Herculano em 10/01/2006
Reeditado em 21/07/2014
Código do texto: T96978
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Rosangela Herculano
João Pessoa - Paraíba - Brasil
13 textos (719 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 13:03)
Rosangela Herculano