Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

o nada belo nadar de um gando


Gostaria de pedir licença a vida e não existir-pelo menos minutos-e deitar e não sentir:crer o pulso e não precisar do vir e nem referenciar nada: Nada do quanto nado, querendo alcançar o ir.
Moan
Enviado por Moan em 12/11/2006
Código do texto: T289011
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Moan
Recife - Pernambuco - Brasil
10 textos (294 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 04:25)
Moan