Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Dia Internacional da Mulher

Primeiro foi o voto feminino. Depois, o sutiã, o biquíni, a conquista do mercado de trabalho. Por fim, a isonomia constitucional.

Eis que surge, então, a inseminação artificial. Mal sabem os cientistas que a inventaram (suponho que homens) que esta técnica simplesmente acabou com a importância do masculino no mundo. Se é bem sabido que uma ejaculação possui cerca de dez milhões de espermatozóides, um freezer com alguns litros de sêmen significariam milhares de anos com população garantida.

Fomos reduzidos de varões fortes e robustos, caçadores e protetores do lar, para meros agricultores sedentários. Destes para trabalhadores urbanos, e agora, com esse golpe final na nossa função biológica, somos não mais que "orangotangos machistas esparramados no sofá, assistindo ao futebol e tomando cerveja." Saltamos do patamar de condição necessária à vida humana, e hoje somos apenas um cineminha casual.

A coisa não tá fácil. As mulheres têm o mundo às suas mãos; merecem, pois dantes carregaram-no em seu ventre.

Claro que isto não seria possível se não fossem todas as mais perfeitas criações divinas... Mesmo não sendo mais obrigatórios, ou mesmo importantes, nos sentiremos sempre compelidos a admirá-las, pois merecem.

Ahn... quer ir ao cinema?
Thiago Salinas
Enviado por Thiago Salinas em 02/07/2005
Código do texto: T30464
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Thiago Salinas
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil, 35 anos
40 textos (15563 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 09:42)
Thiago Salinas