Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
A vida comovida é

Sou a continuidade do sentir
Que prolonga ao sonho
O saber tamanho.

Sou a releitura do querer
A condutividade única
De uma centelha faminta.

Sou a fadigada pedreira
Dos dedos desletrados
Do amor em carne viva.

Sou os sapatos descalços
Dos caminhos errantes
Recortados por ferozes mares.

Sou o sinal do monte
Que ergueram a cruz
Mas não me pregaram.

Sou o sentimento
Tentando ser mais puro
Que a essência do pensamento.

Sou a mata escura
Da noite de sol
Que deixou além vida.

Sou um ser
Que amando vive
A vida comovida é.
Lorenzo Giuliano Ferrari
Enviado por Lorenzo Giuliano Ferrari em 03/11/2007
Código do texto: T721363
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Lorenzo Giuliano Ferrari
São Paulo - São Paulo - Brasil, 54 anos
1817 textos (50950 leituras)
1 áudios (2457 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/08/17 10:55)
Lorenzo Giuliano Ferrari