Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DISCURSO EM HOMENAGEM AOS MEUS ALUNOS DA UNIVERSIDADE ESTADUAL VALE DO ACARAÚ

Este breve discurso foi pronunciado em uma das vezes em que fui madrinha de formatura de alunos do Curso de Pedagogia da Universidade Estadual Vale do Acaraú (em Sergipe). Publico-o em homenagens aos meus queridos afilhados com os quais muito aprendi e fiz valer as palavras de Paulo Freire.

Paulo Freire nos diz que não há diálogo  se não há um profundo amor ao mundo e aos homens, e que não é possível a pronúncia do mundo, que é um ato de criação e recriação, se não há amor.
Moacir Gadotti, prefaciando Paulo Freire, in Educação e mudança, considera que os “grandes debates” e os “seminários revolucionários” permanecem dentro da escola, cada vez mais isolada dos problemas reais e longe das decisões políticas, impedindo assim a existência de uma educação libertadora.
Somos o produto, embora inacabado, e a prova da tentativa deste diálogo de amor com os homens e com o mundo.
O diálogo profundo desse amor nasce da busca da inserção crítica do indivíduo na sociedade em transformação e plena de desafios. Nasce também dos questionamentos sobre o homem, inserido em um novo quadro imposto pela sociedade tecnológica e globalizada.
Uma possível reviravolta na Educação em função da nova face da civilização terá, indubitavelmente, no Estado de Sergipe, a marca de qualidade dos alunos do Curso de Pedagogia da Universidade Estadual Vale do Acaraú _ alunos cuja excelência reside no diálogo já experimentado, vivenciado em anos de docência como professores polivalentes.
No exercício diário de amor às crianças, meus colegas e afilhados espalham sua seiva sobre a sociedade e, junto com ela, tentam em uníssono pronunciar a palavra mundo, cheia de significado.
Vocês terão, a partir de agora, as mãos ainda mais plenas de estrelas para a iluminação das estradas do conhecimento. Serão mais conscientes e autônomos, libertando-se, assim, da opressão e passando à condição de artífices da cidadania moderna.
Na criação e recriação de um novo mundo traduzido pelos pensamentos de libertação e de autonomia, está a certeza da realização de sonhos cujo pilar é a metodologia do amor.
Parabéns a cada um de vocês, e que Deus nos abençoe neste mundo cujas mudanças são por nós mesmos produzidas, o que exige uma consciência e um comportamento de perene docência e discência. Por isto mesmo, ofereço a meus afilhados  a leitura dos versos da poeta Cecília Meirelles:

ALUNA

Conservo-te o meu sorriso
para, quando me encontrares,
veres que ainda tenho uns ares
de aluna do paraíso...

Leva sempre a minha imagem
e submissa rebeldia
dos que estudam todo o dia
sem chegar à aprendizagem...

_ e, de salas interiores,
por altíssimas janelas,
descobrem coisas mais belas,
rindo-se dos professores...

Gastarei meu tempo inteiro
nessa brincadeira triste;
mas na escola não existe
mais do que pena e tinteiro!

E toda a humana docência
para inventar-me um ofício
ou morre sem exercício
ou se perde na experiência...

Agora cito a Bíblia sagrada (livro de Siracides): “Feliz quem medita na sabedoria, raciocina com inteligência, reflete no coração sobre as sendas da sabedoria e se aplica em seus segredos”.
A sabedoria é um dom divino. Fomos escolhidos para exercitar a nossa inteligência aprimorando as personalidades que a sociedade coloca em nossas mãos a cada ano letivo.
Usar a sabedoria é um objetivo a ser perseguido ininterruptamente. Germinará, então, em nosso íntimo, a semente da reflexão que impulsiona na direção da trilha do saber e da revelação de seus segredos.
Muitas foram as  pedras que precisaram ser removidas para suavizar o caminho que nos trouxe até aqui. Não estamos no ponto final. Estamos, sim, no início do caminho pelo qual andaremos de mãos dadas construindo uma sociedade moderna, mas humana; tecnológica, mas sensível; globalizada, mas comprometida com as diversidades culturais.
Uns seguem à nossa frente, outros, por certo, virão em seguida,  pois o apelo do conhecer é inesgotável e o desejo de uma sociedade justa é um desejo lógico, racional, sábio.
As nossas faces formam as perspectivas da Face da Sabedoria Divina..
Este é um momento especial em nossa trajetória. Parabéns aos formandos.


TÂNIAMENESES
Enviado por TÂNIAMENESES em 04/12/2007
Reeditado em 04/12/2007
Código do texto: T764561
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
TÂNIAMENESES
Aracaju - Sergipe - Brasil, 69 anos
1684 textos (176335 leituras)
1 áudios (102 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/10/17 10:58)
TÂNIAMENESES