Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O Coração teme /  O Coração com controle - 
dueto Soraia Maria e Evaldo.

O coração teme as palavras
O olhar se esconde das imagens rubras
A alma se perde nas entranhas moídas

Prisioneira da Paz sonhada e jamais alcançada
Forasteira em minha Terra
Estrangeira na sua

Sem braços que me sustentam
Ou boca que me toque
Habitante estranha dessa lida bandida

Afogada no escuro de você
Amordaçada pelos seus gestos de adeus
Ancorada em pedras tão frias

Quero meus sonhos - meninos
Um pouco de carinho de mãe
Quero o colo de meu pai

De mim? Quero as verdades pacíficas
As vontades inteiras
A coragem para a vida

Quero seus beijos - amigos
Seu corpo sereno
Sua verdade de paz

Acreditar não me basta
Quero exercício em ato
Um amor que não seja abstrato- quero ser amada!!

Soraia



Todo coração deveria
ter um controle de qualidade;
de tal forma,
que nada temesse.

Naquele olhar que chegou bem forasteiro,
o controle identificaria se bom ou ruim; e, ai,
manda para o compartimento do chegar e ficar
ou para o lado do esquecimento.

As almas sempre bem visíveis pelo efeito do controle,
estarão livres para decidir se querem ou não:
se querem amar com verdadeiro carinho,
ou uma passagem de ida sem volta
para o Iraque ou Paquistão. rsss

E depois, 
estudar a lição rssss

 
Evaldo,

Evaldo da Veiga
Enviado por Evaldo da Veiga em 23/02/2006
Reeditado em 25/04/2007
Código do texto: T115428

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Evaldo da Veiga
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil, 73 anos
952 textos (313617 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 23:58)
Evaldo da Veiga