Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Saudade - Tonho França e Nadir A D'Onofrio


Saudade

A saudade vem lá do fundo
Vem calejada, vem dos silêncios.
Dos vãos da escada,
Pelas mãos do vento
nas louças guardadas,
nas preces esquecidas.
Nas chuvas do fim da tarde
Em letras de músicas perdidas
A saudade invade as alcovas,
Dorme no leito vazio,
A saudade é de um cinza frio,
Que a lua ainda que cheia e luzente,
Não espanta, não desmancha,
A saudade aos poucos, bem lentamente,
É dose de ausências, nos leva pra sempre.

Tonho França
330/04/2006 - Guaratinguetá.


SAUDADE
Nadir A D’Onofrio

Saudade sentimento estranho
Instala-se sem aviso prévio.
Presença assídua na madrugada,
No lamento do vento no salgueiro.
Nos talheres esquecidos sobre a mesa,
A energia das suas mãos ainda presente...
O cheiro da terra molhada,
A chuva desavisada,
Que nossa roupa encharcou.
E você sutilmente,
 Dos nossos corpos as retirou...
Saudades desses momentos,
Em que, intensificavam aromas,
Sais, espumas, vapor.
Você, seu perfume embriagador!
Lembranças tatuadas na imaginação,
Dos nossos momentos bons...

30/04/2006  20:46
Santos SP
Tonho França
Enviado por Tonho França em 01/05/2006
Código do texto: T148659
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Tonho França
Guaratinguetá - São Paulo - Brasil, 51 anos
82 textos (5756 leituras)
4 e-livros (356 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 14:52)
Tonho França