Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Nada

Sou nada e não me importo com isso.
Tudo o que busco é a incerteza da vida.
Muitos olhares e poucas respostas.
A exatidão da morte me confunde, porém, não me intimida.
Tento fechar meus olhos, mas a sua lembrança
uníssona,aguda e onipresente me perturba.
As trevas, o medo e a morte reviram-me as vísceras,
numa pérfida inquisição que, aos poucos,
vão me levando de encontro ao nada que sou sem você!

Flavinha e Sérgio Silva (16/05/2006)
Sérgio Silva
Enviado por Sérgio Silva em 16/05/2006
Reeditado em 19/05/2006
Código do texto: T157287

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Sérgio Silva
Araraquara - São Paulo - Brasil, 40 anos
46 textos (33255 leituras)
3 áudios (1031 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 06:28)
Sérgio Silva