Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Entrelace > Luar de Verão > Eugénio de Sá & Guida Linhares

Luar de verão

Eugénio de Sá & Guida Linhares

 
E

Noite límpida esta brilhando na janela

Do quarto onde me deito e tu te deitas

É nosso o leito onde tu me rejeitas

É minha a dor ou o que resta dela


G

Olho as estrelas no céu

e te vejo deitado ao meu lado

o pensamento vaga ao léu

esqueci que fostes meu namorado

 
E

Campeia a indiferença neste espaço

Onde te chamei minha e fui o teu senhor

Era a festa da vida vivida com amor

De tanto que nos demos não permanece traço


G

Busco nas minhas lembranças

resquícios de um remoto passado

não tenho mais esperanças

te olho e te sinto afastado

 
E

Nesta noite estival é frio o meu pesar

Ao lembrar a doçura experimentada

Conhecendo-te a ausência embora aqui deitada

E assumo a almofada cansado de lembrar


G

Meu corpo estremece sózinho

na distância que se consolidou

já não sentimos mais o carinho

pois o amor há tempos se acabou

 
Eugénio de Sá
Portugal

Guida Linhares
Brasil



 
Guida Linhares
Enviado por Guida Linhares em 17/06/2006
Código do texto: T177513
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Guida Linhares
Santos - São Paulo - Brasil, 70 anos
1939 textos (158389 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 20:20)
Guida Linhares

Site do Escritor