Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

VAMOS PARTIR?


Este dueto é fictício...Isto é...aconteceu na minha imaginação, aconteceu entre um homem e...

Poema baseado num belo dueto da minha doce Amiga Borboletita e no Princepezinho
                    VAMOS PARTIR?

-Para um local…
-E é longe?
-É longe e é perto…
-Deixa-te de ambiguidades tão…tão tuas…
-Vamos partir para as estrelas…
-Para qual, há tantas…?
-Para aquela que mais gostares…
-Mas eu gosto de tantas…
-Olha para o céu de olhos fechados, dá uma volta sobre ti mesma e aponta ao acaso, e é esse o local para onde vamos…
-Mas se nessa estrela não existir nada do que gosto, for uma estrela que beija planetas mortos…
-Escolhes outra, afinal há tantas por onde escolher…
-Mas…
-Mas o quê?
-Em todo o Universo eu só queria encontrar o Amor…
-O amor existe em todo o lado minha linda…
-Não é esse amor, é o outro - Disse-me com uma lágrima já ao canto do olho…

E foi então que eu percebi nos seus belos olhos onde se sentia toda a dimensão do Cosmos o que ela realmente queria…

-Eu também procuro esse amor…
-Tu também?!
-Há mais de mil anos que o procuro e não o acho, e te garanto que percorri quase todas as estrelas que vi, e foram muitas…
-E nunca desistis-te?
-Tive vontade disso mil vezes, mas mil vezes tive vontade de continuar a amar, nem que fosse o infinito…Mas aprendi que o amor pode estar dentro de nós, pode estar ao nosso lado, pode estar a mil anos luz, mas o amor está em qualquer lado, mesmo que nunca o encontre, mas ele está…E por isso eu quero partir mais uma vez, desta vez contigo a meu lado, porque olhei para ti, apaixonei-me e decidi que queria viajar contigo para sempre à procura desse amor


Fez-se um pesado silêncio…

-Eu quero partir, eu quero, contigo, mas não posso…

Olhei para ela pela primeira vez como devia e reparei então que eu amava uma flor, e que ela nunca poderia partir comigo por estar demasiado presa à terra…

-Não importa…Vens em espírito, porque em espírito todas as viagens são possíveis! Então vens?

-Sim!Sim!Sim!

E foi então que ambos partimos, deixando os nossos corpos perto um do outro a olhar para o mesmo céu estrelado por onde as nossas almas tinham acabado de partir rumo ao impossível tangível
Miguel Patrício Gomes
Enviado por Miguel Patrício Gomes em 10/10/2006
Código do texto: T260958

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Miguel Patrício Gomes
Portugal
5079 textos (170374 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 19:36)
Miguel Patrício Gomes